Torcida do Santos critica atitude de Marinho ao ser substituído contra o San Lorenzo; veja reações

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

O Santos não venceu, mas o empate por 2 a 2 contra o San Lorenzo, no Mané Garrincha, foi suficiente para assegurar o tricampeão continental em mais uma fase de grupos de Libertadores em sua rica história. Mas nem tudo que aconteceu nesta noite de terça-feira (13) agradou o torcedor alvinegro.

Pressão argentina nos minutos finais e certos erros defensivos do Peixe à parte, falamos especificamente sobre um episódio ocorrido na metade da segunda etapa, quando Ariel Holan decidiu sacar Marinho para promover Lucas Braga. O titular santista já dava sinais de cansaço e tinha um cartão amarelo, mas não aceitou bem a substituição e saiu de campo sem cumprimentar o treinador argentino. O gesto gerou revolta imediata nos torcedores santistas:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Marcos Leonardo e Pará anotaram os gols do Santos, enquanto que Franco Di Santo e Ángel Romero, velhos conhecidos das torcidas de Atlético-MG e Corinthians, foram às redes pelo San Lorenzo. Classificado à fase de grupos, o Peixe adentrou a chave C, formada por Boca Juniors, Barcelona de Guayaquil e The Strongest. Para saber as datas e horários das partidas que aguardam o clube da Vila Belmiro, clique aqui.