Torcida receberá bem o retorno de Djokovic, diz diretor do Australian Open

Redes Sociais


Craig Tiley, diretor do Australian Open, comentou sobre o retorno de Novak Djokovic para a próxima temporada após um 2022 conturbado sendo deportado por não tomar a vacida contra o COVID.

"O mundo passou por uma fase muito difícil com a COVID, mas estou orgulhoso de como conseguimos. Conseguimos realizar as duas edições, mostramos o poder do esporte para o mundo e apesar do que aconteceu, acho que podem se orgulhar de continuar comemorando o evento esportivo mais importante do hemisfério sul", comentou.

"Só espero que as pessoas gostem do torneio e saibam reconhecer o sucesso e o sacrifício. Somos uma sociedade que se dedica aos atletas australianos, mas também sabe premiar as grandes referências do esporte mundial. Espero que dêem boas vindas a todos os tenistas, incluindo Djokovic", alertou um homem muito entusiasmado com esta edição do Open da Austrália 2023 e com a disputa de poder que se poderá travar entre Novak Djokovic e Carlos Alcaraz. "Acho que este pode ser um ano histórico. Já estou nisso há tempo suficiente para saber que o Aberto da Austrália pode relançar carreiras e proporcionar momentos inesquecíveis. Estou convencido de que Novak vai querer mostrar que ainda é o melhor do mundo e vai lutar muito para evitar que Carlos e outros jovens tirem o título dele", disse Craig Tiley.