Torcida organizada do PSG protesta contra possível contratação de Pogba

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Mesmo depois de anunciar um caminhão de reforços, o PSG segue movimentando o mercado de transferências no futebol europeu. Agora, a vítima da vez trata-se do meio-campista Paul Pogba, francês que atua no Manchester United e tem contrato até o final de junho de 2022.


De acordo com informações de diversos veículos de imprensa do Velho Continente, o craque já teria acertado os salários com o Paris, restando, apenas, uma negociação dos franceses com o United sobre os valores e outros detalhes da transferência.

No entanto, com o surgimento dessas notícias, uma torcida organizada do Paris Saint-Germain resolveu protestar contra a possível contratação de Pogba. Na manhã deste sábado (24), faixas foram colocadas nos arredores do Parque dos Príncipes, estádio do time, expressando o sentimento de rejeição pelo jogador.

Em um dos cartazes, estava escrito, em francês, a seguinte frase: "Pogba você deveria ouvir sua mãe. Ela não quer você aqui e nós muito menos”. O motivo do descontentamento da organizada se justifica pelo fato de que, em 2018, Pogba declarou em uma entrevista que não sentia afeição pelo PSG e preferia o rival Olympique de Marselha, clube pelo qual os pais do atleta torcem.

Para contratar o meia francês, o Paris terá que desembolsar mais do que os 50 milhões de euros (cerca de R$ 300 milhões) oferecidos inicialmente. O Manchester United não aceitou a proposta e pede um valor maior que esse. Ainda, segundo o jornal “L’Equipe”, Pogba seria o terceiro jogador mais bem pago na equipe, ficando atrás apenas dos craques Neymar e Mbappé.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos