Torcida imita Messi, Mascherano celebra gol inédito no Barcelona e técnico exalta André Gomes

O Barcelona não teve dó nem piedade do Osasuna: bateu o lanterna da La Liga por 7 a 1, manteve a liderança e ainda decretou matematicamente o rebaixamento do adversário. Foi uma partida para deixar todo mundo com moral lá em cima, já nomes que vinham recebendo críticas [como Paco Alcácer e André Gomes] balançaram as redes.

Quem também deixou sua marca foi o zagueiro/volante Javier Mascherano, que apesar de estar em sua sétima temporada no Barça nunca havia estufado as redes pelo clube! O jogador argentino, que também não vivia o seu melhor momento no Camp Nou, recebeu homenagens dos companheiros.

Falando em homenagens, Lionel Messi foi ovacionado e teve a comemoração feita após acabar com o El Clásico contra o Real Madrid, no último domingo (26), repetida pelos torcedores no Camp Nou. Abaixo, confira o melhor da repercussão após a vitória sobre o Osasuna!

Torcedores imitam comemoração histórica de Messi

BODY ONLY Barcelona fans Messi

Comemoração de Messi, imitada pela torcida (Foto: Reprodução)

Quando fez, nos acréscimos, o gol que decretou a vitória do Barça por 3 a 2 sobre o Real Madrid, Messi tirou sua camisa e a mostrou aos torcedores adversários. A imagem rodou o mundo e já virou até brinquedo, mas não para por aí! Nesta quarta-feira (26), a torcida do Barça repetia, das arquibancadas, a cena sempre que possível!

E mesmo sem contar com Neymar (suspenso) e Suárez (que ficou no banco), o camisa 10 deixou sua marca duas vezes e, quando foi substituído por Luis Enrique, aos 63 minutos, foi mais uma vez ovacionado pela sua torcida. Ou seja: homenagens do início ao fim, já que o argentino também foi homenageado por ter atingido a marca de 500 gols.

Mascherano agradece carinho de companheiros e torcedores após gol inédito

Mascherano Barcelona Osasuna LaLiga 26042017

Mascherano: o 1º gol em 7 anos (Foto: Getty Images)

SCREENSHOT BARCELONA OSASUNA MASCHERANO GOAL

Risos e palmas após o gol de Mascherano (Foto: Reprodução)

O Barça já vencia por 5 a 1 quando teve um pênalti marcado a seu favor. Quem foi para a cobrança foi Javier Mascherano, a pedido dos torcedores barcelonistas e dos próprios jogadores. O clima era leve, e antes mesmo de o argentino efetuar a cobrança os companheiros no banco de reservas davam risadas carinhosas.

O chute foi forte, no meio, mas a comemoração foi toda de afago. Afinal de contas, foi o primeiro gol do jogador, que está em sua sétima temporada como titular. E após o apito final, o argentino falou sobre a sensação de ter estufado as redes.

“Não é tanto sobre o gol, e sim de sentir o carinho dos companheiros e do público que veio ao Camp Nou. Eu não podia negar [a cobrança do penal] com a insistência de todos, mas não planejava isso (...) Para mim foi meio que uma anedota, muito mais uma amostra de carinho do que outra coisa. O importante é a vitória, depois do que fizemos no Bernabéu precisávamos seguir pressionando o Madrid”.

“Eu entendo este esporte como algo coletivo, cada um tem o seu papel e o meu não é de fazer gols, eu sei muito bem disso”, afirmou para o BeIN Sports antes de falar sobre a briga pelo título: “Vai ser muito difícil ver o Madrid perder pontos, mas a nossa obrigação é seguir pressionando e ganhando nossos jogos”.

Luis Enrique: feliz por Mascherano e por André Gomes

Luis Enrique Barcelona Real Sociedad La Liga

(Foto: Getty Images)

O técnico do Barcelona também teve grandes motivos para comemorar, afinal de contas Luis Enrique escalou uma equipe com alguns nomes que não são, normalmente, titulares. Um deles foi o português André Gomes, um dos mais criticados da temporada e que, contra o Osasuna, marcou dois gols.

Andre Gomes Barcelona Osasuna LaLiga 26042017

O criticado André Gomes fez 2 gols (Foto: Getty Images)

“Individualmente, alguns jogadores se encontraram com o gol e isso é uma boa notícia. Tanto André quanto Arda [Turan] foram bem, isso vai lhes dar confiança (...) Além dos gols feitos por André, ele tem um potencial enorme. Eu falo isso mil vezes para ele, apesar das críticas. Ele pode jogar em posições diferentes, agora mesmo eu acho que ele está usando 30% de sua capacidade. Imagina com 100%”.

“Não deixa de ser engraçado que um jogador com a personalidade e peso que tem o Mascherano nunca tenha feito um gol até este momento. O rendimento dele está fora de dúvidas, a sua tarefa não é fazer gols, acho que foi uma curiosidade positiva deste jogo. Ele seguirá dando bons números (...) A trajetória dele é gigante, e sempre está à disposição da equipe”.