Torcida do Grêmio vai ao CT protestar, e representantes são "convidados" a encontro com direção e treinador

·1 minuto de leitura

Das redes sociais para a porta do CT Luiz Carvalho. Na tarde desta quinta-feira, um grupo de torcedores do Grêmio foi ao centro de treinamento do clube, durante a reapresentação do plantel após derrota para o Juventude (2 a 0), para protestar. E o que aconteceu? Diante da manifestação, três deles foram convidados a entrar nas dependências do local.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Esses representantes tiveram um encontro com o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann e o técnico Tiago Nunes, que ouviram algumas cobranças. Como resposta, pediram apoio até o jogo de domingo, frente ao Atlético-GO, em Porto Alegre. Enquanto isso, quem ficou do lado de fora xingava a direção, o elenco e a comissão técnica. A exigência é por vitória, melhor rendimento, raça e atitude.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em seis partidas no Campeonato Brasileirão, o Grêmio não ganhou nenhuma, acumulando quatro derrotas e dois empates. Lanterna da competição, não sai da zona de rebaixamento nem se ganhar o próximo confronto. Em caso de novo insucesso, Tiago Nunes será demitido, algo que por pouco já não aconteceu na Serra gaúcha.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos