Torcida faz grande festa, cria clima de jogo e anima embarque do Fla

Paulo Victor Reis

Em clima de jogo, o Flamengo embarcou para Curitiba, na noite desta segunda-feira, no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. Cerca de três mil torcedores fizeram uma grande festa e 'entregaram' a delegação para o embarque no já popular 'AeroFla'. Houve bandeira, grito de arquibancada, fogos, gente pendurada em árvore e, claro, animação de sobra. Os rubro-negros decidiram promover a festa para motivar o time antes do importante duelo contra o Atlético-PR, quarta-feira, na Arena da Baixada.

O Flamengo só embarcou às 19h55, mas a festa começou horas antes. Os torcedores concentraram-se na Central do Brasil e seguiram para o aeroporto caminhando. Quando o ônibus da delegação chegou ao Santos Dumont, a euforia dos torcedores foi marcante. Guerrero, que marcou os dois do Fla na vitória sobre o Botafogo, foi um dos jogadores mais festejados. 'Acabou o caô, o Guerrero chegou': gritavam os rubro-negros.

No fim, a polícia só teve trabalho para dispersar parte dos torcedores. Houve relatos de gás de pimenta.

ESQUEMA DE SEGURANÇA NO AEROPORTO

Dezenas de policiais fizeram um grande cerco de segurança desde cedo. Para evitar que a rotina dos passageiros do aeroporto fosse alterada, grades de proteção foram colocadas no saguão. Por isso, os torcedores só tiveram 'acesso' ao portão Sul, onde o Fla embarcou.

Algumas ruas do Centro do Rio tiveram a passagem para carros interrompida em alguns momentos, durante a caminhada dos rubro-negros até o aeroporto. Os fogos ao longo do caminho chamaram atenção de pedestres.








E MAIS: