Torcida do Ceará protesta após contratação de zagueiro

·2 min de leitura
Brazil's Internacional Lucas Ribeiro (L) and Paraguay's Olimpia Jorge Recalde vie for the ball during the Copa Libertadores football tournament group stage match at the Manuel Ferreira Stadium in Asuncion on May 20, 2021. (Photo by Cesar Olmedo / POOL / AFP) (Photo by CESAR OLMEDO/POOL/AFP via Getty Images)
Anúncio da contratação do zagueiro Lucas Ribeiro não agradou a torcida. O jogador foi processado por supostamente ter vazado um vídeo íntimo de uma garota. Foto: (CESAR OLMEDO/POOL/AFP via Getty Images)

Anúncios de contratações geralmente costumam ser celebrados pelas torcidas dos clubes, mas não foi o que aconteceu no Ceará. O Vozão tornou pública a contratação do zagueiro Lucas Ribeiro, que disputou as últimas temporadas pelo Internacional, até o fim do ano, mas a massa cearense não ficou feliz.

Isso porque o atleta foi processado por, em 2018, ter vazado um vídeo íntimo de uma garota de 14 anos. Com 19 anos à época, Lucas Ribeiro ainda defendia a camisa do Vitória, da Bahia, antes de se transferir para o futebol alemão. Insatisfeita, a torcida do Ceará protestou nas redes sociais, demonstrando repúdio à contratação e ao ato que o fez ser processado.

Leia também:

O São Paulo chegou a sondar a contratação de Lucas, mas movimentos da torcida fizeram com que o departamento de futebol do tricolor paulista desistisse da negociação e focasse em outros nomes do mercado.

Entenda o caso

Em 2018, o jogador teria gravado um vídeo de um amigo tendo relações sexuais com a garota de, então, 14 anos de idade e publicado nos stories do Instagram. Na época, o vídeo se espalhou pela Internet até que chegasse à família da jovem, que processou o jogador. Lucas teria apagado o vídeo logo em seguida e pedido desculpas.

Um acordo havia sido encaminhado ainda no ano de 2019, mas não fora finalizado. Já em outubro do ano passado, houve a homologação do acordo: pagamento de R$ 150 mil de indenização por danos morais e, além disso, ficou definido que: "nada mais terão as partes a exigir umas das outras, dando por liquidada toda e qualquer relação havida em decorrência dos pedidos formulados na presente demanda" segundo a juíza Itana Eça Menezes de Luna Rezende, da 8ª Vara Cível e Comercial da Comarca de Salvador.

O Ceará disse que não irá fazer nenhuma declaração antes da apresentação de Lucas Ribeiro, prevista para a próxima quarta-feira (19).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos