Torcida do Cruzeiro protesta contra saída de Fábio e exige satisfação de Ronaldo

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.01.2018 - Retrato do ex-jogador e empresário Ronaldo. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.01.2018 - Retrato do ex-jogador e empresário Ronaldo. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A torcida organizada Máfia Azul, do Cruzeiro, não gostou da saída do goleiro e ídolo Fábio e protestou nesta quinta-feira (6) contra a atual gestão do clube, encabeçada por Ronaldo Fenômeno.

Integrantes da torcida foram no início da tarde para a porta da Toca da Raposa, CT da equipe, e realizaram uma manifestação. Fábio, 41, teve seu nome cantado pelos presentes.

"P*** que pariu, é o melhor goleiro do Brasil, Fábio!", cantaram os torcedores da Máfia Azul.

A organizada também entoou cânticos direcionados a Ronaldo, que anunciou a compra do clube e se tornará o acionista majoritário da SAF (Sociedade Anônima do Futebol).

"Ronaldo, gordão! Vem dar satisfação!", gritaram os cruzeirenses.

Em suas redes sociais, a Máfia Azul postou vídeos do protesto e deixou uma mensagem para a nova diretoria.

"Compraram o CNPJ, não nossa paixão! Respeitem nossa história!", diz a publicação no perfil da torcida no Twitter.

Bicampeão brasileiro e tri da Copa do Brasil, Fábio se despediu dos cruzeirenses na noite de quarta (5), quando informou nas redes sociais que não teria seu contrato renovado para 2022.

O goleiro é o atual recordista de jogos da história do Cruzeiro, com 976 partidas. No ano passado, o jogador chegou a posar com uma camisa de número 1.000, alusiva à marca que atingiria nesta temporada com a camisa do clube.

"A renovação do contrato foi acertada com o clube, através do presidente Sergio Rodrigues em novembro de 2021, que inclusive anunciou publicamente, faltando apenas as assinaturas dos documentos negociados. Mas esta nova administração não me deu mais essa opção", disse Fábio, em publicação no Instagram.

"Quero deixar claro que aceitaria a readequação ao novo teto salarial, mas essa nova administração também não me deu essa opção."

No fim de sua mensagem publicada no Instagram, Fábio disse que ele e sua família choraram com a notícia da não renovação com o Cruzeiro e agradeceu "976 vezes" aos torcedores cruzeirenses.

Também nesta quarta, o clube publicou uma nota oficial em seu site procurando esclarecer a saída do goleiro de 41 anos.

"É fundamental lembrarmos que o Cruzeiro tem um desafio imenso de reorganização que precisa ser planejada e executada considerando a sobrevivência da entidade. Nesse sentido, a reestruturação precisa ocorrer em diversos campos: financeiro, organizacional, administrativo e, claro, esportivo. Muitas decisões não são populares mas precisam ser adotadas", diz o clube.

"A proposta respeitava também a imprescindível responsabilidade econômica da entidade. Necessário ressaltar que, ainda assim, sendo Fábio o ídolo que é, um importante sacrifício econômico foi feito. Foi oferecido ao jogador um contrato que certamente extrapolava o razoável para um clube publicamente deficitário. Os termos desta proposta não foram aceitos pelo atleta e seu agente."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos