Torcida do Criciúma condena canto ofensivo contra a Chapecoense

Diretoria do Tigre proíbe entrada de torcida "Barra Os Tigres" no Heriberto Hulse por tempo indeterminado após ironia por queda de avião da Chape

Após o clube oficialmente, em seu Twitter, criticar e prometer identificar os torcedores que entoaram cantos ofensivos à Chapecoense, fazendo alusão ao acidente aéreo em Medellín, a torcida Os Tigres também repudiar o grito de "abastece o avião” enquanto a Chape recebia a taça de campeão do returno do Catarinense.

Em nota oficial, a torcida ressaltou as homenagens feitas no ano passado e afirmou, que junto ao clube, estão na busca por imagens para identificar os autores e puni-los. O presidente da Chape, Plínio de Nês, também prometeu tomar providências.

"São uns imbecis, a rivalidade existe e a gente tem que deixar que ela se realize no campo, tem que ser no campo, não pode ser fora. Muito lamentável, desagradável, em todos os sentidos. Uma meia dúzia de pessoas que não tem nenhum tipo de sentimento de irmandade, de respeito à vida expõe uma comunidade inteira e que ficam lançando esses hinos absurdos”, disse o mandatário da Chape. 

VEJA TAMBÉM:

A nota da torcida Os Tigres na íntegra:

"A torcida Os Tigres repudia e é contra toda e qualquer tipo de manifestação ofensiva feita no jogo entre Criciúma e Chapecoense, neste domingo, dia 23.
A atitude de alguns presentes no estádio não condiz com os ideais da torcida. Somos e sempre seremos contra a qualquer tipo de provocação, violência ou até mesmo desordem no Heriberto Hülse.

Ressaltamos que, no dia seguinte à tragédia que aconteceu com a Chapecoense, os membros da Barra estiveram presentes no Majestoso. Na oportunidade, abraçamos juntos Chapecó e, todos unidos e com muita tristeza, oramos, pedimos e fizemos nossa homenagem para aqueles que se foram e também para os familiares de todas as vítimas.

Estamos juntando as imagens e vamos identificar todos os torcedores que estiveram envolvidos neste ato e puni-los. Ressaltamos que eles não representam a ideologia da torcida e nunca representarão.

Em nome de todos os familiares e torcedores da Associação Chapecoense de Futebol, a Os Tigres pede as mais sinceras desculpas pelo ato que ocorreu em nosso setor dentro do Heriberto Hülse.

Queremos ainda avisar que estaremos fazendo cadastramento de todos os membros em breve, para que, em episódios desse tipo, não sujem o nome da Barra Brava e nem do Criciúma Esporte Clube".