Torcedores vão a treino do Brasil e tentam espantar zebra

***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 21.11.2022 - Treino da seleção brasileira em Doha, no Qatar, preparatório para Copa do Mundo 2022. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 21.11.2022 - Treino da seleção brasileira em Doha, no Qatar, preparatório para Copa do Mundo 2022. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

DOHA, QATAR (FOLHAPRESS) - A má estreia da Argentina, que ligou o alerta de zebras na Copa do Mundo, não parece ser motivo suficiente para minar a confiança dos brasileiros em sua seleção. Ao contrário. A infelicidade de Messi é razão para sorrisos dos torcedores do Brasil que viajaram ao Qatar.

Na tarde de terça-feira (22), os argentinos perderam para a Arábia Saudita em um inesperado 2 a 1. O Brasil fará sua estreia nesta quinta (24), contra a Sérvia, equipe de maiores recursos técnicos que os dos sauditas.

Os comandados de Tite realizaram um treinamento fechado nesta quarta (23), no estádio Grand Hamad. Não estava liberada a presença do público, o que não impediu que pessoas vestidas de verde e amarelo, muitas dos pés à cabeça, aparecessem no estacionamento, destacando-se em meio a construções em tons de bege.

Além dos brasileiros, alguns fãs estrangeiros também marcaram presença. Em Doha, a equipe pentacampeã é uma das preferidas pelos moradores e migrantes, que vestem em todos os cantos camisetas da seleção.

O administrador brasileiro Luis Vasco, 42, fundador do Movimento Verde e Amarelo, vê a derrota do time de Messi como "uma alegria, uma felicidade". Com camisa da seleção e óculos de sol amarelos, ele disse ter a expectativa de uma vitória, apesar de considerar o jogo o mais difícil da fase de grupos.

"É óbvio que a Copa do Mundo é complexa, a gente não pode subestimar absolutamente nenhum adversário, temos que respeitar a todos, temos que ter humildade sabendo que tudo pode acontecer numa Copa, mas medo não dá. Eu estou muito confiante na seleção brasileira de futebol", apontou.

Já o servidor André Augusto Nóbrega Dantas, 34, apresenta preocupação com o fato de o Brasil ter atletas importantes atuando no Mundial pela primeira vez. Mas bota fé. "Estamos com cada vez mais confiança, porque a Argentina perdeu e a Alemanha perdeu", afirmou. "O time está bem treinado, e nós confiamos no Tite."

De acordo com o técnico, a surpreendente vitória da Arábia Saudita sobre a Argentina serve "como análise e reflexão". Ele se cerca de cuidados para que, ao fim do confronto com a Sérvia, não precise ser mais um a dar explicações de um mau começo.

O gaúcho procurou esconder a escalação, mas uma foto publicada por um amigo de um dos jogadores cuja presença foi liberada no estádio revelou a escolha de Vinicius Junior como titular. O jovem do Real Madrid fará companhia a Raphinha, Richarlison e Neymar no ataque.

A decisão animou o casal de empresários Jeferson de Souza Cunha, 27, e Paloma Cunha, 24. Jeferson apostou em um 3 a 0, com dois gols de Neymar e um de Vinicius Junior. Paloma, mais cautelosa, disse crer em um 2 a 0.

"O time da Argentina era outro favorito também, mas eu acredito que eles entraram meio que já achando que ganhariam, esse que foi o erro", observou Jeferson. Para ele, se os jogadores do Brasil não cometerem o mesmo erro, a vitória será mais fácil.