Torcedores iranianos são presos por apoio ao direito das mulheres

Torcedores presos vestiam camisetas que diziam: “Liberdade da vida das mulheres”. Foto: Juan Luis Diaz/Quality Sport Images/Getty Images
Torcedores presos vestiam camisetas que diziam: “Liberdade da vida das mulheres”. Foto: Juan Luis Diaz/Quality Sport Images/Getty Images

Alguns torcedores iranianos que estão na Copa do Mundo da FIFA no Catar foram presos no último domingo (27) por supostamente usarem camisetas em apoio às mulheres que protestavam contra a morte de Mahasa Amini no Irã.

Um dos fãs presos foi identificado como Saeed Kamalinia. Mais tarde, ele compartilhou o incidente no Twitter e disse: “Um dia sombrio para os fãs de futebol e para a FIFA. Acabamos de ser liberados da delegacia 4 horas após o término do jogo, enquanto 3 de nossos amigos ainda estão sob custódia. Crime? Vestindo camisetas #WomanLifeFreedom. Você está assistindo @FIFAcom @FIFAWorldCup”, explicou.

Leia também:

Os fãs vestiram camisetas que diziam: “Liberdade da vida das mulheres”. Eles foram liberados quatro horas após o término da partida. Em um vídeo compartilhado no Twitter, a polícia é vista arrastando um dos torcedores para o chão.

“Eles não foram violentos conosco; na verdade, tentei ser legal, mas outra pessoa foi arrastada no chão ao ser presa por usar a camiseta da bandeira real (ShiroKhorshid)”, afirmou o usuário do Twitter.

Kamalinia compartilhou uma foto dele e de seus amigos vestindo as camisetas antes da partida. Ele questionou como as camisetas eram prejudiciais.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ele afirmou ainda que o incidente ocorreu quando eles usaram as camisetas em uma partida contra o Irã. O torcedor também compartilhou uma foto sua vestindo a camiseta em uma partida entre França e Dinamarca e tendo permissão para entrar no estádio.

A Copa do Mundo do Catar tem mostrado muitas manifestações políticas, tanto que o Movimento de Resistência Islâmica da Palestina elogiou o apoio aberto dos árabes à Palestina durante a Copa do Mundo da FIFA no Catar.

O porta-voz do Hamas, Abdul Latif Al-Qanou, agradeceu aos torcedores de futebol árabes e outras pessoas livres de todo o mundo que expressaram sua solidariedade aos palestinos e sua causa.