Torcedores de Inter e Milan protestam contra jogo no horário do almoço

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O público do último derby do Campeonato Italiano entre Inter e Milan protestou contra o horário do jogo, ocorrido às 12h30 locais no sábado (15) no estádio Giuseppe Meazza, em Milão. A partida havia sido agendada nesta faixa para agradar emissoras asiáticas, porque o torneio negocia os direitos de transmissão para o continente.

Torcedores de ambos os times ergueram faixas criticando a hora da partida, quando se costuma almoçar na Itália. Eles declararam insatisfação com o horário, ainda mais às vésperas deste domingo (16), dia de Páscoa, importante feriado no país. As manifestações foram registradas pela transmissão da partida.

De um lado, apoiadores da equipe azul e negro ergueram uma grande bandeira escrita "mesmo ao meio-dia, viva a Inter".

Do outro, as arquibancadas do Milan empunhavam duas faixas: uma com o desenho de um homem comendo com hashis (talheres orientais) e a mensagem "tudo o que puder comer" e outra dizendo "bom apetite, liga italiana".

O protesto também poderia se referir à venda dos clubes para estrangeiros. As duas equipes de Milão, entre as mais tradicionais da Europa, foram vendidas recentemente para empresários chineses.

As negociações entre os cartolas do Italiano e os executivos de emissoras asiáticas devem chegar a uma decisão sobre a transmissão do Campeonato até o início desta semana.