Torcedores do Fluminense são atacados em bar no Rio; organizada do Botafogo é apontada como autora

·1 minuto de leitura

A noite histórica do Fluminense na Libertadores não pôde ser celebrada por torcedores que acompanhavam o jogo em um bar no Estácio, região central do Rio de Janeiro. Na última terça-feira, no horário do jogo, tricolores foram emboscados e atacados por homens identificados por testemunhas e vítimas como membros da torcida organizada Fúria Jovem, do Botafogo.

De acordo com o depoimento dado à policia, os homens chegaram em vários carros. Nas câmeras de segurança da região é possível ver a correria e um suspeito com uma barra na mão.

Leia também:

O grupo de tricolores faziam um churrasco durante a partida e até a carne foi roubada. Seis pessoas ficaram feridas e, até a manhã desta quarta-feira, três registraram o crime de roubo.

- Por volta das 21h, o pessoal da torcida organizada do Botafogo, a Fúria Jovem, chegou e, sem falar nada, começou a agredir a gente. Estávamos em minoria e não tínhamos problema algum com torcida organizada. A única coisa que consegui fazer foi levantar e correr - disse uma vítima.

Até mesmo um torcedor do Botafogo foi agredido e passou a noite no hospital.

- Cheguei no segundo tempo do jogo. Fizemos uma reunião rápida e assim que levantei para ir embora, eles vieram cassetete, pedras e barras de ferro. Eles roubaram meu telefone - completou o alvinegro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos