Torcedores do Flamengo são barrados em embarque para Guayaquil; clube notifica agência

Rubro-negros ainda não conseguiram chegar a Guayaquil (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)


Alguns torcedores do Flamengo viveram momentos de apreensão na manhã desta quinta-feira. Com pacotes contratados junto à empresa Outsiders Tour, eles foram impedidos de embarcar para Guayaquil e não conseguiram ser realocados para outros voos. A indignação é grande, e o Rubro-Negro já está ciente da situação.

A agência de viagens está sendo notificada para esclarecer todas as situações e, consequentemente, atender aos pedidos dos clientes. O Flamengo pretende se posicionar de maneira efetiva, mas aguarda os desdobramentos da questão para tomar partido.

+ Vem mais uma Libertadores? Lembre os títulos internacionais do Flamengo na história

Na tarde desta quarta-feira, alguns grupos de WhatsApp foram criados para informar os torcedores sobre o cancelamento dos voos. A Outsiders Tour, que cobra entre R$ 10 mil e R$ 15 mil reais por pacote, afirma que uma empresa subsidiária da LATAM atrelou o fim do fretamento ao vulcão Cotopaxi, no Equador.

No entanto, a LATAM confirmou que não tem contrato com a agência de viagens e sequer possui voos para Guayaquil, seja fretados ou comerciais. No aeroporto, alguns torcedores mostraram sua indignação com a situação e vídeos foram compartilhados nas redes sociais.

+ Final da Libertadores: torcedores do Flamengo relatam experiência positiva em Guayaquil


Uma das soluções encontradas pela torcida do Flamengo é o voo comercial via Panamá, que pode ter preços de R$ 9.990,00 com seguro viagem incluído. No entanto, foge totalmente do oferecido pela empresa, que tinha fretamento. Alguns já pedem estorno por parte da Outsiders, que não se pronunciou desde então.

EMPRESA SE BLINDA APÓS REPERCUSSÃO NEGATIVA

Após todos os problemas e a intensa cobrança nas redes sociais, a Outsiders Tour se blindou nas redes sociais. Posts recentes da empresa no Instagram tiveram os comentários trancados e, assim, os torcedores do Flamengo ficaram com as mãos atadas na situação.