Torcedores do Cruzeiro vandalizam ônibus de gremistas em BH

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Dentro de campo a partida foi disputada com vitória do Cruzeiro por 1 a 0. Foto: Fernando Moreno/AGIF
Dentro de campo a partida foi disputada com vitória do Cruzeiro por 1 a 0. Foto: Fernando Moreno/AGIF

Em um dos confrontos mais esperados desse início de Série B, o Cruzeiro recebeu o Grêmio e venceu por contagem mínima, 1 a 0, em jogo válido pela sexta rodada da competição, que foi realizado na Arena Independência em Belo Horizonte.

Mas outra vez o assunto que envolve o confronto dos gigantes brasileiros é a violência dos torcedores. Um cruzeirense de 32 anos foi preso horas depois do confronto, suspeito de apedrejar um ônibus dos torcedores do Grêmio, além de agredir policiais no entorno do estádio.

Leia também:

Imagens que circulam nas redes sociais mostram a ação dos torcedores que danificam a estrutura do veículo com pedras, bastões e porretes.

A Polícia Milita mineira informou que o ônibus estava estacionado em uma área isolada por militares quando um grupo de pessoas uniformizadas com vestes do Cruzeiro começou o ataque.

Para chegar ao veículo, os torcedores também atacaram militares que estavam no local com pedradas, e agrediu os agentes com as mesmas barras de ferro e porretes de madeira que usaram para vandalizar o ônibus.

Apenas três policiais faziam a cobertura da área onde o veículo estava estacionado, e ao perceberem o ataque recuaram e pediram apoio. Alguns militares ficaram feridos durante a confusão, mas recusaram atendimento médico.

Apesar das imagens que registraram o ataque, o suspeito que foi encaminhado para a delegacia, foi liberado após prestar depoimento. Segundo a Polícia Civil, um inquérito para apurar o caso foi instaurado, mas não há elementos suficientes para a prisão em flagrante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos