Torcedor do Manchester City culpado por ofensas raciais é banido de estádios por 3 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - Um torcedor do Manchester City foi considerado culpado de cometer abusos raciais contra jogadores negros durante clássico de Manchester em 2019 e foi banido de todos estádios de futebol no Reino Unido por três anos.

Anthony Burke foi acusado em março do ano passado, e, na quarta-feira, o Tribunal de Tameside o considerou Burke culpado de fazer "gestos e barulhos de macacos para três jogadores negros", ele também foi multado em 500 libras (cerca de 700 dólares).

O canal Sky Sports reportou que o City baniu o torcedor para sempre. A Reuters contatou o clube pedindo um comentário sobre o assunto.

A detetive Susan Muldowney da Polícia de Manchester disse que as ações de Burke, que foram vistas por espectadores ao vivo na televisão, "horrorizaram a cidade e a ampla comunidade do futebol". (Reportagem de Hritika Sharma em Hyderabad)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos