Torcedor do Corinthians, Cafú diz: 'Abri mão de dinheiro para vir'

LANCE!
·3 minuto de leitura


Após ser anunciado na última segunda-feira, Jonathan Cafú foi apresentado pelo Corinthians na tarde desta terça-feira e logo em sua primeira entrevista coletiva já deu indícios de que pode conquistar a torcida, pois revelou que é um torcedor do clube desde a infância. Além disso, afirmou que abriu mão de parte do salário para poder voltar ao Brasil e defender o Alvinegro.

Ex-São Paulo, com passagem pelo rival em 2015, Cafú quer deixar para trás esse passado e pensa no que pode oferecer no presente, principalmente por estar defendendo agora o seu clube do coração: o Timão.

- Acho que é passado o São Paulo. Pensar no presente. Passei por lá. Não fui muito bem. Agora, é virar a página. Estou no Corinthians, foco aqui. Sou corintiano desde pequeno, minha família toda é. Minha relação é isso: desde que me entendo por gente, sou corintiano e vai ser assim pelo resto da vida.

Mesmo com o Corinthians em situação financeira delicada e com desempenho oscilante em campo, o atacante não se importou com notícias sobre atrasos salariais e afins, e fez o possível para defender o Alvinegro, incluindo abrir mão de um salário maior que recebia na Arábia Saudita, onde estava jogando.

- Pelo contrário, abri mão de metade do meu salário para vir. Não posso dar posição (sobre salários atrasados), estou aqui para jogar meu futebol. Mostrar meu trabalho para a nação corintiana - avisou o ex-Bordeaux.

Há mais de cinco anos atuando fora do país, Cafú literalmente se apresentou à Fiel e contou como joga dentro de campo. Contratado como atacante de velocidade que atua pelas pontas, o jogador de 29 anos quer ajudar o time.

- Jogar em uma grande equipe como Corinthians. Acho que sou um jogador velocista. Gosto de jogar pela esquerda vindo para dentro. O gol virá naturalmente. Vou me cobrar muito por ele, para pisar na área. Ajudar a equipe do Corinthians - comentou o camisa 28 antes de completar:

- Respeitando todos os atacantes que estão aqui. Vim procurar meu espaço, quero ajudar, quero colocar dúvida na cabeça do Mancini. Ajudar da melhor forma possível, como o torcedor quer. Se não der na técnica, vai na raça. Deixar a vida e a alma lá dentro. A qualidade no Corinthians vem em segundo plano. Agregando tudo isso vai dar para mostrar meu potencial.

Perguntado sobre as críticas de parte da torcida em relação ao seu nome, mesmo antes de estrear pelo clube, Jonathan Cafú já sabe como responder.

- Responder jogando, dentro das quatro linhas. Não tem maior resposta que essa. Jogando bola, fazendo os gols. Acho que isso que vai mudar a opinião deles sobre mim - concluiu o atacante.

Já com o nome no BID, a expectativa é se Jonathan Cafú terá ou não condições de atuar contra o Atlético-MG, na Neo Química Arena, neste sábado, às 19h, pela 21ª rodada do Brasileirão-2020. A comissão técnica avaliará, ao longo da semana de treinos, se o jogador poderá ser incluído na lista de relacionados.