Torcedor do Athletico é demitido após arremessar copo de cerveja em Luciano Hang

·2 min de leitura
***ARQUIVO***CURITIBA - PR, BRASIL,  10-02-2012, 12h00 Estádio Arena da Baixada.  (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
***ARQUIVO***CURITIBA - PR, BRASIL, 10-02-2012, 12h00 Estádio Arena da Baixada. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um torcedor do Athletico foi demitido de um escritório de advocacia após ter sido apontado como responsável por atirar um copo de cerveja no empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan.

O arremesso ocorreu na noite de quarta-feira (15), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Na ocasião, o estádio do clube paranaense recebeu o jogo de volta da final da Copa do Brasil. A equipe foi superada pelo Atlético-MG, que levou a taça da competição.

Hang interagia com torcedores do Athletico nas arquibancadas quando foi alvo do copo de cerveja, segundo imagens que circulam nas redes sociais. O empresário usava uma camiseta do clube de Curitiba, que é patrocinado pela Havan.

Na sexta-feira (17), dois dias após a final, o escritório Araúz Advogados comunicou a demissão do torcedor identificado como responsável pelo ato, o advogado Eduardo Alves.

Em nota, o escritório classificou o caso como "inaceitável". "O Araúz Advogados vem a público para reforçar que não tolera atos de violência contra qualquer indivíduo ou instituição", diz o texto.

Nas redes sociais, Alves escreveu que "o arremesso do copo no qual havia cerveja não foi o ato mais condizente para a situação".

Ele também relatou ameaças, disse que sua vida "virou um inferno" e criticou a proximidade de Hang com o governo Jair Bolsonaro (PL).

"Como sou uma pessoa com caráter e com boa educação, lamento e posso dizer que quase me arrependo pela deselegância de ter arremessado alguns poucos ml [mililitros] de cerveja no sr. Luciano Hang", escreveu o advogado.

"Hoje perdi meu emprego, estou sendo ameaçado, minha vida virou um inferno. Mas preciso dizer: sr. Hang, você é o que há de mais podre nesse país, e gente como você eu vou enfrentar todos os dias da minha vida, até o fim", acrescentou.

Hang também usou as redes sociais para comentar o episódio. Em uma live, o empresário mostrou fotos e postagens do advogado, a quem chamou de "Doutor Esquerdinha".

"Esse cara me jogou um copo de cerveja. Poderia ser uma latinha de Coca-Cola, o que tivesse na mão. Eles ficam tão nervosos que o que eles têm na mão eles jogam. Jogam pedra. Não aceitam que você tenha uma ideia diferente da deles", disse o empresário.

O segundo jogo da final da Copa do Brasil terminou com a vitória por 2 a 1 do Atlético-MG contra o rival paranaense. Os mineiros já haviam vencido a primeira partida da decisão, por 4 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), no último domingo (12).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos