Tóquio-20 pede que atletas levem camisinhas para casa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 23: A condoms' distribution machine at the Olympic and Paralympic Village for the 2016 Rio Olympic Games displaying the Olympic Rings in Barra da Tijuca. The Village will host up to 17,200 people amongst athletes and team officials during the Games and up to 6,000 during the Paralympic Games on July 22, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Dispenser de preservativos localizado na Vila Olímpica do Rio de Janeiro, em 2016 (Buda Mendes/Getty Images)

A organização das Olimpíadas de Tóquio planeja em fornecer cerca de 150 mil preservativos aos atletas que disputarão os Jogos, mas pedem que eles sigam respeitando as regras de distanciamento social e levem as camisinhas para os países de origem.

"Os preservativos que serão distribuídos não são para uso na Vila Olímpica, mas sim para que os atletas levem de volta para seus países para aumentar a conscientização [sobre AIDS e HIV]", afirmou um representante do Comitê Local em resposta a um e-mail da agência Reuters.

Leia também:

Mesmo com os protocolos de distanciamento social e as regras impostas para evitar problemas com a Covid-19, os preservativos serão distribuídos por um pedido do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Camisinhas foram distribuídas aos atletas olímpicos pela primeira vez nos Jogos de Seul, em 1988, com 8,5 mil unidades. O número foi crescendo exponencialmente: 90 mil em Barcelona-1992 e Sidney-2000, 130 mil em Atenas-2014 e 150 mil em Londres-2012.

Em 2016, no Rio, 450 mil preservativos foram enviados para a Vila Olímpica. Os Jogos no Brasil marcaram a primeira vez que camisinhas femininas foram distribuídas. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos