Tony Ferguson detalha processo de negociação ‘impessoal’ para enfrentar Khabib

Depois de meses de espera, o confronto entre Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov finalmente foi acordado pelo Ultimate. Com uma sequência de 12 vitórias na liga, o americano já mirava uma disputa de cinturão há alguns anos. E apesar de finalmente conseguir o que almejava, ‘El Cucuy’ destacou que as negociações para fechar a luta com o UFC foram longe do ideal.

Durante participação no programa ‘The Ariel Helwani’s MMA Show’ dessa segunda-feira (2), o ex-campeão interino peso-leve (70 kg) do Ultimate revelou que esperava uma aproximação maior da organização durante as negociações. De acordo com o lutador, o UFC não chegou a se reunir pessoalmente com ele no período de acordos do duelo contra o russo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Foi tão calma quanto uma estrada esburacada (a negociação), mas chegamos até o nosso destino, o que foi bem legal. O processo não foi da maneira que eu esperava acontecendo. Por isso queria sentar junto com o UFC. Já passou da hora de começarmos a conversar e me tornar um pouco mais pessoal com a companhia. Mas foi bom. Não posso dizer que acabou mal. O processo apenas tomou um pouco mais de tempo do que esperado”, opinou Ferguson.

Uma das lutas mais aguardadas dos últimos anos, o combate entre os dois pesos-leves está agendado para o dia 18 de abril, em card com sede no Brooklyn (EUA). Os quase cinco meses de hiato até o grande confronto incomodaram El Cucuy, que afirmou que estaria apto para encarar Khabib dois meses antes, em fevereiro.

“Você tem que perguntar ao UFC (porque a luta é tão distante). Khabib está fazendo seu tour mundial. Fazendo coisas, beijando bebês, assinando fotos, todas aquelas coisas legais. Quem liga? Vocês sabem que estou pronto para fevereiro. Estava pronto para encarar outro oponente se eles se atrevessem a fazer m***, mas tudo deu certo. Então temos até abril. Muito tempo para treinar, não se lesionar, ser inteligente, confiar na minha equipe, e dar aos fãs exatamente o que eles querem. A quinta vez tem seu charme”, destacou Tony.

É a quinta vez que Ferguson e Nurmagomedov são escalados para se enfrentarem no UFC. Nas outras quatro oportunidades, o duelo teve que ser cancelado por conta de lesões de ambas as partes.

Leia também