"Todo grande jogador é bem-vindo no PSG", diz Pochettino sobre Messi

·2 minuto de leitura

O novo técnico do Paris Saint-Germain, o argentino Mauricio Pochettino, falou sobre a especulação de que seu compatriota Lionel Messi poderia um dia jogar no time da capital francesa. "Todo grande jogador mundial é bem-vindo no PSG", respondeu ele sem querer entrar muito nos "rumores" envolvendo o astro do Barcelona.

As declarações foram dadas durante a coletiva de imprensa para apresentar Pochettino como o novo treinador do PSG e o eventual interesse do clube por Messi foi um dos principais temas abordados pelos jornalistas.

"Não estamos falando disso. Desde que cheguei tem sido uma loucura, muitas reuniões, treinos, uma partida amanhã (contra o Saint-Etienne pela 18ª rodada da Ligue 1)", afirmou o ex-treinador do Tottenham, de 48 anos.

Sobre a possibilidade de Neymar e Messi voltarem a jogar juntos, com as cores do PSG, Pochettino preferiu sair pela tangente. "Essas questões não são as mais importantes. Claro que haverá tempo no futuro para falar sobre todos esses rumores", disse ele.

Uma das missões de Pochettino será administrar um vestiário com várias estrelas e encontrar a melhor versão dos pesos pesados do grupo, entre eles Neymar, que se recupera de uma lesão no tornozelo.

"Com o tempo, quando o Neymar voltar à equipe, vamos encontrar a posição, sua melhor versão", ressaltou.

"Vamos ouvir para poder criar um esquema onde todos os jogadores, não só o Neymar, possam se expressar na sua melhor versão. Os líderes são os líderes e cada jogador tem sua forma de manifestar sua capacidade de liderança. Todos expressam isso e quanto mais líderes tivermos em campo e no vestiário melhor vamos trabalhar", afirmou.

Pochettino também foi questionado sobre outro jogador que poderia interessar ao seu novo clube, o dinamarquês Christian Eriksen (da Inter de Milão), também segundo informações da imprensa.

"Não é hora de falar em boatos", insistiu quando questionado sobre o jogador a quem já comandou no Tottenham.

A Liga dos Campeões da Europa será o objetivo número 1 da nova fase de Pochettino. O PSG, vice-campeão em 2020, nunca conseguiu levantar a 'Orelhuda' e isso é uma espinha que continua entalada na garganta da torcida.

"Para o PSG e para qualquer clube, a Champions League é a competição mais importante, mas as outras também são", afirmou.

"Vamos dar o nosso melhor diante do Barcelona (em fevereiro e março, nas oitavas de final da Champions). Estamos muito confiantes, temos um elenco incrível e contra eles será um grande duelo", previu.

eba/jed/dr/psr/aam