Tocha Olímpica de 2016 entra em leilão de caridade

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
BRASILIA, BRAZIL - JULY 03:  The Rio 2016 Olympic torch is seen during its launching ceremony on July 3, 2015 in Brasilia, Brazil.  (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Tocha Olímpica dos jogos do Rio 2016. Foto: (Buda Mendes/Getty Images)

Um vigia da rodoviária de Piraquara, cidade localizada na região metropolitana de Curitiba, que foi um dos 12 mil brasileiros a carregar a tocha olímpica dos Jogos Olímpicos do Rio de 2016, colocou seu objeto histórico em leilão para ajudar crianças e adolescentes da cidade.

Vilmar Babio, que é corredor profissional e tem engajamento nas causas sociais com os jovens em Piraquara, teve sua motivação baseada em um anúncio da Secretaria de Assistência Social do Rio de Janeiro. A entidade irá leiloar tochas olímpicas de 2016 que foram encontradas pela prefeitura carioca.

Leia também:

O corredor de 38 anos já havia colocado sua tocha à venda em 2017. Na época, o objetivo era adquirir oito cadeiras de rodas motorizadas, uma cama hospitalar e um aparelhou auditivo para um recém nascido. O comprador, que jamais revelou sua identidade, desembolsou R$65 mil e preferiu não ficar com a tocha.

Desta vez, o leilão será feito no sistema da SAS do Rio de Janeiro. O valor arrecadado, porém, será dividido. Ao contrário do que será feito com as tochas encontradas pela prefeitura do Rio, o montante será destinado às causas sociais que envolvam jovens e adolescentes em Piraquara.

A tocha do vigia, que será posta em leilão, tem autógrafos de Ágatha Rippel, prata no vôlei de praia; Luiz Felipe Fonteneles, ouro no vôlei de quadra; e do goleiro Weverton, ouro no futebol. O lance inicial de cada uma deve ser de R$15,5 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos