'Toca no Calleri que é gol': torcida do São Paulo transforma Morumbi em caldeirão no Majestoso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A vitória do São Paulo sobre o Corinthians por 1 a 0, no Morumbi, vai ficar marcada na memória da torcida são-paulina no começo desse segundo trabalho de Rogério Ceni. Com o Morumbi recebendo mais de 23 mil torcedores, o que se viu foi um caldeirão.

Antes mesmo da bola rolar, o apoio era unânime. Na escalação da equipe, anunciada pelo sistema de som do Morumbi, eram raros os jogadores que não tinham seu nome aplaudido pela torcida. Calleri, Luciano e Arboleda foram os mais exaltados.

Quando chegou no nome de Rogério Ceni, a torcida fez um misto de vaias a aplausos para o novo treinador. Já para Calleri, o famoso grito de 'Toca no Calleri que é gol' foi escutado no estádio.

Após a bola rolar, o que não faltou foi apoio por parte dos torcedores. A cada dividida, a torcida vibrava como se fosse um gol e jogava pressão nos jogadores do Corinthians, que escutavam vaias a cada toque na bola.

GOL E PROVOCAÇÃO SACODEM O MORUMBI
Os torcedores apoiavam até que aos sete minutos, veio a explosão. Calleri completou cruzamento e marcou, para a alegria da torcida, que vibrou e fez o Morumbi tremer, principalmente com o grito de 'Toca no Calleri que é gol'.

O gol também fez crescer a 'zueira' da torcida são-paulina que aproveitou para provocar o time do Corinthians.

' LUCIANO E CALLERI OVACIONADOS E ALÍVIO NO FIM'
Conforme o jogo acontecia, a torcida do São Paulo não abaixava o volume e continuava em clima de final de campeonato. O técnico Rogério Ceni, que hoje não foi 'assombrado' pela faixa com o lema de Crespo nas arquibancadas. mexeu na equipe, o que fez os torcedores reagirem.

A reação mais emblemática foi a saída de Luciano para a entrada de Rodrigo Nestor. O camisa 11, bastante participativo, foi ovacionado pelos quase 24 mil presentes no estádio.

O final do jogo, após algumas chances do Corinthians, foi de alívio para os torcedores, que não viam o São Paulo vencer há seis partidas. No fim, o grito que não poderia faltar: 'Toca no Calleri que é gol'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos