TJD-PR pune jogadores de Atlético-PR e Paraná por confusão no clássico

A confusão generalizada no clássico entre Atlético Paranaense e Paraná Clube, pelo segundo jogo das quartas de final do Campeonato Paranaense, resultou em punição dura para alguns atletas dos dois times. O Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) definiu a suspensão de alguns, tirando três deles do Furacao das semifinais e da possível final, além de aplicar multa.

O atacante Douglas Coutinho recebeu a maior punição, com nove partidas de gancho. Na sequência vem o goleiro Weverton, que ficara oito jogos suspenso. O reserva Warleson também foi condenado com quatro jogos. O Rubro-Negro ainda terá que pagar uma multa de R$ 3 mil pelo uso de sinalizadores pela torcida. Pelo lado do Tricolor da Vila, o atacante Nathan foi suspenso por sete partidas, enquanto o atacante Felipe Alves pegou quatro jogos de pena.

O departamento jurídico do Furacão vai recorrer da decisão e entrará com um pedido de efeito suspensivo, já que domingo, data confirmada na noite desta terça-feira – contra um pedido do clube de atuar na sexta-feira – terá o segundo jogo da semifinal diante do Londrina, no estádio do Café.