TJD-MG adverte Pottker e Hulk por briga durante clássico; Jogadores estarão disponíveis na rodada final

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Advertência? William Pottker e Hulk protagonizaram uma grande confusão no clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG no último dia 11. A dupla foi julgada na noite desta terça-feira (20) pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais. Eles foram enquadrados no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre "praticar ato desleal ou hostil durante a partida".

Ambos levaram cartão vermelho já no tempo extra da segunda parcial e poderiam pegar pena de um a três jogos pela briga, mas cumpriram suspensão automática na última rodada. Como foram apenas advertidos pelo TJD-MG, Pottker e Hulk ficam disponíveis para rodada final da fase classificatória do Campeonato Mineiro, agendada no próximo final de semana.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No sábado (24), o Galo irá enfrentar o Athletic, no Independência. O Cruzeiro, por outro lado, ainda precisa confirmar sua vaga na semifinal e irá receber o Patrocinense, no Mineirão, às 16h deste domingo (25). Pottker deverá ser utilizado no lugar de Rafael Sobis, que está suspenso em razão do terceiro amarelo.

Da Confusão

A reta final do segundo tempo foi inteiramente marcada pela confusão entre Pottker e Hulk. O atacante do Galo sofreu um arranhão próximo ao pescoço e empurrou seu adversários. Ambos foram expulsos e precisaram sair escoltados, visto que a confusão continuou no túnel e, posteriormente, fora do campo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Várias ofensas foram trocadas entre os jogadores, que desfalcaram seus respectivos clubes no último domingo.