TJD-DF interdita o Bezerrão após grande briga no Gama x Brasiliense

Em caráter provisório, decisão foi tomada após torcedores de Gama e Brasiliense protagonizarem uma batalha campal no gramado, paralisando o clássico aos 40 minutos do segundo tempo

O clássico entre Gama e Brasiliense, disputado no Bezerrão no último domingo, foi marcado por uma enorme batalha campal entre torcedores das duas equipes. Aos 40 minutos do segundo tempo, quando a partida estava empatada em 1 a 1, uma confusão foi iniciada entre os jogadores após uma dividida entre Nunes, do Jacaré, e Dudu Gago, da equipe da casa. A briga generalizada paralisou a partida e chegou às arquibancadas.

Torcedores das duas equipes invadiram o gramado do Bezerrão para brigar e a Polícia Militar só conseguiu controlar a situação, 10 minutos depois. No dia seguinte, uma decisão provisória do presidente do TJD-DF, Henrique Celso, interditou o estádio do Gama por tempo indeterminado, sob multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento. Cabe recurso para derrubar a medida.

Segundo o Henrique Celso, o Bezerrão ''não reúne condições para receber partidas com a devida segurança, até que sejam apresentadas soluções que garantam a completa segurança no estádio". Para a Secretaria de Esporte e Lazer, os episódios de violência ocorridos no último domingo foram lamentáveis, e a pasta cumpriu todos os procedimentos para a liberação do estádio.

Além dos danos fora de campo, as duas equipes poderão sofrer punições dentro dele, pois na confusão entre os jogadores o árbitro expulsou 10 atletas, sendo seis do Gama e quatro do Brasiliense. A procuradoria do Tribunal oferecerá denúncia de acordo com os relatos do juiz da partida.





E MAIS: