Tivemos paciência para melhorar no segundo tempo, diz De Paul, meia da seleção argentina

LUSAIL, QATAR (FOLHAPRESS) - O meia Rodrigo de Paul destacou a paciência da seleção argentina para melhorar no segundo tempo, quando a equipe conseguiu garantir a vitória por 2 a 0 sobre o México, mantendo viva a chance de classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo do Qatar.

"Erramos um pouco o caminho no primeiro tempo. No segundo tempo tivemos a paciência que o Messi e o treinador nos apontaram e nos levou a colocar o México na área deles", disse De Paul, na zona mista, após a partida.

O atacante Di María seguiu a mesma linha. Segundo ele, o fato de o México ter diminuído o ímpeto no segundo tempo ajudou a equipe argentina a se encontrar no jogo.

"Sabíamos que o primeiro tempo seria complicado, porque o empate seria bom para eles, que vão enfrentar a Arábia e com uma vitória poderiam estar dentro. No segundo tempo, com eles um pouco mais cansados, pudemos aproveitar os espaços."

O atacante disse que os argentinos precisavam mostrar serviço, depois da derrota inesperada para a seleção da Arábia Saudita, na primeira rodada.

"[Hoje] Ganhamos uma partida onde trabalhamos muito bem. No outro [jogo] não saiu como esperávamos, mas sabíamos que dependia apenas de nós."