Titulares da Bélgica, Courtois e De Bruyne já tiveram atrito por causa de traição


A Bélgica estreia na Copa do Mundo do Qatar nesta quarta-feira, às 16h, contra o Canadá. Thibaut Courtois, goleiro do Real Madrid, e Kevin De Bruyne, meia do Manchester City, são os grandes destaques da equipe. Mas, alguns anos atrás, os dois tiveram um atrito por causa de uma traição.

+ Site internacional escolhe as camisas 1 mais bonitas da Copa do Mundo

Em 2014, poucos meses depois de De Bruyne chegar ao Chelsea, a ex-namorada do atleta Caroline Lijnen contou ao jornal inglês "Daily Mail" que o havia traído com o companheiro de seleção Courtois, na época goleiro do Atlético de Madrid.

- Em uma noite de amor com Courtois recebi mais do que Kevin proporcionou em três anos de namoro - disse Caroline.

+ Artilheiro na estreia da Espanha na Copa, Ferran Torres namora a filha do treinador

A notícia causou um atrito entre os dois atletas. Por alguns anos, eles evitaram se falar e racharam o elenco da seleção belga. Hoje em dia, os dois têm uma relação amistosa, segundo os dois jogadores.

Curiosamente, ainda em 2014, Courtois se transferiu ao Chelsea, mas não chegou a atuar ao lado de De Bruyne, já que o meia foi emprestado ao Wolfsburg, da Alemanha.

Desde 2017, De Bruyne é casado com Michèle Lacroix, com quem teve três filhos: Rome, Mason e Suri. Já Courtois namora a modelo Mishel Gerzig. Os filhos do goleiro, Adriana e Nicolas, são fruto de um relacionamento anterior com Marta Dominguez.