Titular contra o Furacão, Léo Silva desconversa sobre aposentadoria

Valinor Conteúdo
LANCE!
Com contrato até o fim da temporada, o zagueiro não definiu se irá "pendurar as chuteiras"- (Bruno Cantini/Atlético-MG)
Com contrato até o fim da temporada, o zagueiro não definiu se irá "pendurar as chuteiras"- (Bruno Cantini/Atlético-MG)


O zagueiro do Atlético-MG, Leonardo Silva, de 40 anos, havia dito que a possibilidade de se aposentar no fim da temporada era algo real. O jogador, tem contrato com o Galo até o término de 2019 e aparentemente a decisão de deixar os gramados pode ser adiada.

-Não, no momento não defini nada. Ainda. É claro que, dentro de tudo o que estou fazendo, provavelmente seja no último jogo do ano. Mas nada definido. É claro que com um pouco mais de ansiedade, um pouco mais de reflexão sobre tudo aquilo que já fiz, tudo aquilo que já passei. Mas estou vivendo normalmente, vivendo o dia a dia, aproveitando tudo aquilo que faço dentro de campo, curtindo da melhor maneira- disse, em entrevista coletiva na Cidade do Galo.

Léo Silva comentou o motivo da longevidade nos campos e ainda jogar em uma equipe de ponta do futebol brasileiro.




-Para chegar aos 40, não fiz aos 38. Fiz aos 26, aos 27. Planejei isto: ‘Quero chegar aos 40, quero estender minha carreira, não quero parar aos 32 anos, parar aos 35 anos’. Não coloquei prazo na minha carreira. Por isso eu não gosto muito de ficar falando: ‘Ah, você vai parar aqui, você vai parar quando’. Porque eu não gosto de dar prazo às coisas. Eu gosto de trabalhar para que isso tenha uma sequência- disse o defensor.

A experiência do jogador e seu fôlego serão testados novamente no duelo contra o Athletico-PR, domingo, 24 de novembro, às 16h, no Mineirão, pela 34ª do Brasileiro. Léo vai formar dupla com Iago Maidana, já que o alvinegro tem sua dupla titular, Réver e Igor Rabello, suspensa.

-É um jogo especial, de muita responsabilidade, coletivamente falando, para que a gente consiga dar o nosso melhor. Eu e o Maidana substituindo o Igor e o Réver... Espero que a gente consiga manter o mesmo padrão para que a equipe se sinta confiante para fazer um grande jogo- concluiu.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também