Tito Ortiz convida Donald Trump para assistir sua estreia no Combate Americas

Tito Ortiz possui 20 vitórias e 12 derrotas em seu cartel no MMA profissional – Diego Ribas

Após desistir da aposentadoria pela terceira vez, Tito Ortiz encara Alberto Rodriguez, ex- WWE (evento de pro wrestling americano), no dia 7 de dezembro, na cidade de Hidalgo, no Texas (EUA). E, para prestigiá-lo em sua estreia no Combate Americas, o ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC revelou ao site ‘TMZ Sports’ que deseja contar com a presença de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, na plateia.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ortiz, americano de ascendência mexicana, mantém uma relação com o político há anos. O presidente apoiou o UFC desde os primórdios da organização, na época em que Tito era uma de suas principais estrelas. Além disso, o lutador foi um dos participantes da sétima temporada do reality show ‘Celebrity Apprentice’, apresentado por Trump à época. A boa relação se estende aos filhos do presidente, que são grandes fãs de MMA, e o atleta fez questão de convidar o amigo e sua família para acompanhá-lo em sua próxima luta.

“Estou convidando nosso presidente. Por favor, Donald Trump, eu convido você a vir para minha luta. Donald Jr. e Eric (Trump), vocês já estiveram (presentes) em uma das minhas lutas, venham novamente. Eu garanto que desta vez vamos conseguir um nocaute”, declarou o lutador.

O duelo entre o membro do Hall da Fama do UFC e Alberto Rodriguez está previsto para acontecer em peso-casado até 95 kg. Ortiz vem de vitória sobre Chuck Liddell em novembro de 2018. Já seu adversário está afastado do MMA desde 2010, quando foi derrotado por Mamoro Yamamoto. O mexicano passou os últimos anos de sua carreira focado no pro wrestling, onde foi campeão peso-pesado no WWE sob a alcunha de Alberto Del Rio.

Leia também