Tite tem feito ótimo trabalho, mas é possível questionar algumas convocações

Tite convocou seus 23 escolhidos para a composição do elenco da Seleção Brasileira que fará mais dois jogos nas Eliminatórias da Copa de Russia, diante de Uruguai e Paraguai, nos dias 23 e 28 de março. O técnico da Seleção tem feito um trabalho excelente mas, ainda assim, não há qualquer obrigação em concordar com todos os seus critérios.

Na lateral direita, Fagner tem jogado menos do que Mariano, do Sevilla e do polivalente Fabinho, do Monaco. Mais do que isso, tem se mostrado um jogador de faltas violentas. Gil, na zaga, também está inferior ao que vem mostrando Geromel, apenas para citar um exemplo. No ataque, Firmino e Diego Souza são menos artilheiros e decisivos do que Ricardo Goulart. Jonas, bem fisicamente, também é boa opção. Lucas Moura, do PSG e Dudu, do Palmeiras, têm mais dinamismo do que Diego que, inegavelmente, vive fase boa no Flamengo, mas jamais se firmou na seleção e antes de chegar ao Rio não era titular de alguma equipe faz anos.

Independente das escolhas, a maior missão de Tite nestas duas partidas é a escolha do substituto de Gabriel Jesus. A safra de atacantes não é boa, tanto que o menino do Manchester City logo se firmou como titular absoluto antes de ter quebrado o dedo do pé.

Com 27 pontos em 12 jogos, na liderança isolada das Eliminatórias da América do Sul, o Brasil não terá qualquer problema para se classificar para a Copa de 2018. Desde que Tite assumiu a equipe, foram 18 pontos disputados e 18 conquistados. Nas seis vitórias, 17 gols marcados e um sofrido. Um assombro diante do que vinha sendo feito por Dunga.

A lista:

Goleiros – Alisson (Roma), Wewerton (Atlético-PR) e Ederson (Benfica)
Zagueiros – Miranda (Internazionale), Marquinhos (PSG), Gil (Shandong Luneng) e Thiago Silva (PSG)
Laterais – Daniel Alves (Juventus), Marcelo (Real Madrid), Filipe Luis (Atlético de Madrid)e Fagner (Corinthians)
Meio-campistas – Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Renato Augusto (Beijing Guoan), Phillipe Coutinho (Liverpool), Willian (Chelsea), Giuliano (Zenit) e Diego (Flamengo)
Atacantes – Neymar (Barcelona), Roberto Firmino (Liverpool), Douglas Costa (Bayern) e Diego Souza (Sport)