Tite justifica ausências de Vinícius Júnior e Richarlison nos jogos da Seleção em novembro

·1 min de leitura


Mesmo ausentes na lista de convocados da Seleção Brasileira para os jogos contra Colômbia e Argentina, em novembro, alguns jogadores entraram em pauta na entrevista coletiva nesta sexta-feira. O comandante atribuiu à concorrência o fato de Vinicius Júnior não ser chamado.

- Vinicius Jr: um grande jogador, com potencial de crescimento impressionante, num grande momento no clube. Que concorre naqueles atletas, digamos assim, atacantes agressivos. Agudo, o ponta que vai para dentro. O desempenho e a oportunidade que Raphinha e Antony tiveram, foi um momento importante para a convocação, com todo o respeito nessa concorrência leal que a gente procura - disse.

O treinador também falou sobre o momento de Richarlison.

- Ela é de uma série de atletas que são importantes e que, no momento, você faz uma escolha para aqueles jogos. Eles são instantâneos, não há um tempo maior tal qual uma Copa América, que você tem tempo de preparação - disse.

O preparador Fábio Mahseredjian completou.

- Ele teve uma lesão no joelho em 13 de setembro, ele ficou longe atuar durante 40 dias. Ele voltou a treinar com o grupo no dia 18 de outubro, a minutagem dele ainda é pequena. Esse é um fator, também, que nos faz acreditar que ele precisa de um pouco mais de tempo de jogo para que ele melhore sua condição física - afirmou.

O Brasil joga nos dias 11 e 16 de novembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos