Tite convoca Diego Souza e Diego para jogos do Brasil nas eliminatórias

Técnico Tite durante partida das eliminatórias da Copa do Mundo. 01/09/2016 REUTERS/Guillermo Granja

SÃO PAULO (Reuters) - O atacante Diego Souza e o meia Diego foram as principais novidades na lista do técnico Tite para as próximas partidas da seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra Uruguai e Paraguai, divulgada nesta sexta-feira.

Outra novidade foi o goleiro Ederson, do Benfica, que tomou o lugar de Alex Muralha, do Flamengo, em relação à lista feita para os últimos confrontos na competição, em novembro.

Os dois próximos jogos pelas eliminatórias serão contra o Uruguai, em Montevidéu, no dia 23 de março, e cinco dias depois contra o Paraguai, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Para esses confrontos Tite não poderá contar com seu atacante titular Gabriel Jesus, que está machucado, e para o lugar do jogador do Manchester City o escolhido foi Diego Souza, do Sport.

Os dois Diegos também tinham sido chamados para o único jogo do Brasil neste ano, um amistoso em janeiro contra a Colômbia, realizado em homenagem às vítimas do acidente aéreo com a Chapecoense apenas com jogadores que atuam no país.

A atuação deles os credenciou para essa nova convocação, além do bom momento em seus clubes, segundo o treinador brasileiro.

"Diego Souza foi o jogador mais efetivo do campeonato (Brasileiro). Também jogou bem contra a Colômbia”, disse Tite em entrevista coletiva no aeroporto de Congonhas, onde a patrocinadora Gol mostrou o avião ´Voa Canarinho', com o símbolo e as cores do Brasil, para transportar a seleção brasileira.

“Diego treinou nas férias. Se está jogando em alto nível como está, tem toda uma preparação. Nós acompanhamos e é importante enaltecer esse comportamento. E os jogos do Flamengo o credenciaram”, acrescentou.

Tite afirmou que a comissão técnica do Brasil acompanha 56 jogadores "num primeiro plano", mas destacou que essa lista não está fechada. Também há um acompanhamento da forma física de jogadores que atuam na China, acrescentou.

Um dos atletas vistos de perto era Ederson, que ganhou sua chance na seleção. "A capacidade de reação e o bom momento foram determinantes", explicou o técnico sobre o goleiro.

Desde que Tite assumiu a seleção brasileira, em junho, o time soma seis vitórias seguidas nas eliminatórias e lidera a tabela com 27 pontos, quatro pontos a mais que o segundo colocado, o Uruguai.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: Ederson (Benfica), Alisson (Roma) e Weverton (Atlético-PR)

Zagueiros: Thiago Silva (PSG), Marquinhos (PSG), Gil (Shandong Luneng) e Miranda (Inter de Milão)

Laterais: Fagner (Corinthians), Daniel Alves (Juventus), Filipe Luís (Atlético de Madri) e Marcelo (Real Madrid)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Fernandinho (Manchester City), Renato Augusto (Beijing Guoan), Philippe Coutinho (Liverpool), Willian (Chelsea), Giuliano (Zenit) e Diego (Flamengo)

Atacantes: Neymar (Barcelona), Roberto Firmino (Liverpool) e Douglas Costa (Bayern de Munique) e Diego Souza (Sport)

(Por Tatiana Ramil)