Tite convoca Artur e Léo Ortiz, del Bragantino, para clásico con Argentina

·2 minuto de leitura
O atacante Artur, do Bragantino, foi convocado por Tite para os jogos da seleção brasileira pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, contra Argentina e Peru (AFP/Alexandre Schneider)

O técnico Tite convocou o atacante Artur e o zagueiro Léo Ortiz, ambos do Bragantino, para os próximos dois jogos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias Sul-Americasa da Copa do Mundo de 2022, contra Argentina e Peru, informou nesta sexta-feira a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Esta é a primeira vez que o atacante de 23 anos é relacionado para a seleção principal, após passagens pelas equipes de base e atuações marcantes pela equipe paulista, uma das revelações do Brasileirão.

Com passagens pelo Palmeiras e Bahia, o atacante vai reforçar o setor ofensivo do líder do torneio regional classificatório para o Mundial do Catar, que na quinta-feira venceu o Chile (1 a 0), em Santiago.

Vários jogadores brasileiros que atuam na Inglaterra e Rússia, não foram liberados para integrar a Seleção nestas três rodadas das eliminatórias, devido à restrições de voo para a América do Sul por conta da pandemia de covid-19, pois na volta teriam que cumprir um isolamento sanitário que os deixaria fora de vários jogos com os seus clubes.

Além de não contar com os goleiros Alisson e Ederson e o zagueiro Thiago Silva, Tite ficou sem os atacantes e meias Richarlison, Gabriel Jesus, Roberto Firmino, Raphinha, Claudinho e Malcom.

Para o lugar deles, o treinador convocou jogadores que atuam no Brasil e que integraram a delegação que viajou para o Chile, liderados por Neymar, Casemiro e Marquinhos.

Marquinhos levou o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo com os argentinos. Por isso, Tite chamou o zagueiro Léo Ortiz, de 25 anos, que esteve entre os convocados para a Copa América.

Artur e Léo Ortiz vão se integrar à seleção nesta sexta-feira em São Paulo, segundo a CBF.

Com as chegadas de Artur e Ortiz, o Brasil terá 24 atletas disponíveis para os confrontos diante da Argentina, no domingo, em São Paulo, e contra o Peru, na quinta-feira, em Recife.

O Brasil é líder invicto das Eliminatórias Sul-Americanas, com sete vitórias em sete rodadas, com 21 pontos, seis a mais que a seleção argentina, segunda colocada.

O duelo deste fim de semana será o primeiro entre as duas seleções desde a final da Copa América, vencida pelos argentinos no Maracanã, em julho passado.

raa/gfe/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos