Tite agradece ao Corinthians e cita “emoção forte” por jogo em Itaquera

Após enfrentar o Uruguai, dia 23, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, a Seleção Brasileira receberá o Paraguai, em 28 de março, no Estádio de Itaquera, em São Paulo, de onde o técnico Tite guarda boas lembranças dos tempos em que dirigiu o Corinthians.

O estádio alvinegro, inclusive, poderá ser o palco da confirmação da classificação do Brasil à Copa do Mundo 2018. Questionado sobre isso, Tite primeiro despistou ao preferir ressaltar o local de sua origem no futebol.

“Juvenil de São Brás, interior de Caxias, que foi onde comecei. Tinha um campinho de futebol, uma igreja… Ali eu me criei, pensei em ser jogador de futebol e o encaminhamento todo. Foi lá que iniciou minha trajetória”, recordou o treinador, em entrevista coletiva concedida após divulgar a lista de convocados, nesta sexta-feira, em São Paulo.

Mais tarde, porém, depois de algumas perguntas, Tite voltou a ser abordado sobre seu retorno a Itaquera e, desta vez, admitiu ter sentido uma “forte emoção” quando soube que comandaria o Brasil na casa corintiana pela primeira vez. Lá, ele dirigiu o Timão durante o ano de 2015, no qual o clube terminou como campeão brasileiro, e até junho de 2016, quando trocou o clube pela Seleção, levando consigo Edu Gaspar, atual coordenador técnico do time pentacampeão do mundo.

“É uma resposta do homem e do profissional. Não consigo dividir sentimento da razão. Quando deu essa possibilidade, tem um cunho de emoção muito forte. Sou muito grato a um clube que me proporcionou estar hoje técnico da Seleção. A sensibilidade fica mais aflorada”, revelou, fazendo questão, contudo, de não passar a impressão de um discurso clubista.

“Fica como um pedido de carinho à seleção brasileira. Entendendo os outros torcedores, não serei menos respeitoso ao São Paulo, Palmeiras ou Santos. O meu passado meu orgulho. Não é discurso de pastor, é de quem é humano e tem razão e emoção com as coisas”, concluiu Tite.

Líder das Eliminatórias, com 27 pontos ganhos, o Brasil visita o Uruguai em Montevidéu em 23 de março. Cinco dias depois, recebe o Paraguai no Estádio de Itaquera, em São Paulo. Caso atinja uma boa pontuação nessas duas partidas, a Seleção se classificará antecipadamente para o Mundial da Rússia. A data de apresentação dos jogadores ao técnico Tite ainda será divulgada pela CBF.