Tite admite dificuldades da Seleção superar a Venezuela, mas exalta 'alto nível' da etapa final

·1 minuto de leitura


O técnico Tite reconheceu que a Seleção Brasileira suou além da conta na vitória por 3 a 1 sobre a Venezuela, no Estádio Olímpico da UCV, em jogo válido pela décima-primeira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (7), o comandante canarinho apontou as dificuldades para a equipe criar na etapa inicial, mas destacou que as alterações fizeram o Brasil progredir bastante.

>>>>>> Veja a tabela das Eliminatórias da Copa do Mundo!

- Correto que não tivemos o processo de criação e conclusão, com exceção de 10, 15 minutos, que teve bola no poste (de Éverton Ribeiro, aos 21 minutos do primeiro tempo). A Venezuela teve gol, terminou melhor primeiro tempo. Tivemos segundo tempo de alto nível, com entradas de peças que nos deram desempenho para ter a vitória - declarou.

O treinador ainda falou sobre a opção por lançar Fabinho e Gerson como titulares. Segundo ele, Gerson surge como um jogador que aumenta a criação canarinha.

- É o processo criativo nosso, não considero Gerson um volante. Considero Gerson um articulador, de criação. Ele tem sua origem como 10, no seu clube está mais adiantado. Quem vê o posicionamento dele o vê mais avançado, entre linhas. Se olhar o Gerson, ele atuou muito mais como articulador. Por isso a escolha por ele, não do Fred - destacou.

O Brasil volta a campo no domingo (10), diante da Colômbia, em Barranquilla.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos