Tiros assustam flamenguistas durante treino

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Flamenguistas passaram susto durante treino no oeste catarinense. Foto: Wagner Meier/Getty Images
Flamenguistas passaram susto durante treino no oeste catarinense. Foto: Wagner Meier/Getty Images

Jogadores do Flamengo passaram um susto na tarde deste domingo. Já em solo catarinense, onde faziam o último treino para o jogo contra a Chapecoense, nesta segunda-feira, às 20h00, na Arena Condá, os flamenguistas foram surpreendidos com o barulho de tiros.

Uma confusão nos arredores do CT da Água Amarela, cedido pelos mandantes da partida válida pela 30ª rodada do Brasileirão, teve agressões com enxada e tiros para o alto. Segundo a polícia militar de Santa Catarina, um rifle calibre 22 com luneta e silenciador foi apreendido.

Leia também:

Informações dão conta que com a chegada de torcedores do Flamengo na região, a confusão teria começado no momento em que alguns deles teriam subido em um barraco para poder assistir a movimentação dos jogadores. Um homem que estava em uma festa por ali, não teria gostado da situação, e por isso foi tirar satisfação iniciando a discussão, com uma criança no colo.

Em seguida esse homem teria voltado com outras pessoas que estavam na festa, com facões, enxadas, foices, pedras e partiram para cima dos flamenguistas, momento em que a confusão se instaurou.

Os jogadores do rubro-negro carioca tentaram intervir pedindo aos gritos para que os ânimos se acalmassem e torcedores tiveram que ser abrigados dentro do CT da Chapecoense até a chegada da força policial.

Chapecoense soltou nota após confusão

Dona do centro de treinamento, a Chapecoense se manifestou sobre a confusão, lamentando os atos de violência durante o trabalho flamenguista.

"A Associação Chapecoense de Futebol vem a público a fim de esclarecer que o clube - bem como os seus colaboradores ou torcedores - nada têm a ver com os transtornos ocorridos nos arredores do CT Água Amarela na tarde deste domingo (07). A agremiação reitera que no momento dos fatos o centro de treinamentos estava sendo utilizado pela delegação do Flamengo - que pôde treinar no espaço num ato de cordialidade da Chapecoense. O clube alviverde sempre condenou de forma veemente quaisquer atos de violência e tem a convicção de que fatos como esse são isolados e não representam a comunidade chapecoense - sempre respeitosa com todos os adversários."

A polícia militar também soltou nota informando que os participantes da festa estavam muito embriagados o que dificultou o serviço policial. Ainda segundo os policiais, cinco homens, sendo uma testemunha, três autores e uma vítima, foram conduzidos a delegacia para os procedimentos cabíveis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos