Tinga pode virar homem do Governo para tratar sobre futebol

Yahoo Esportes
Tinga foi gerente de futebol do Cruzeiro em 2017 (Andre Yanckous/Agif)
Tinga foi gerente de futebol do Cruzeiro em 2017 (Andre Yanckous/Agif)

A visita de Tinga ao Palácio do Planalto nesta terça-feira pode lhe render em breve um convite importante: o ex-jogador está cotado para virar representante do Governo federal em qualquer assunto ligado ao futebol. Ele conversou por quase todo o dia com Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, a quem conhece desde que os tempos em que defendia o Internacional.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O Blog apurou que a ideia de Onyx é ter alguém que responda pelo futebol nacional dentro do Palácio do Planalto e Tinga surge como a primeira opção. Vale lembrar que o Ministério do Esporte não existe mais e foi incorporado pelo Ministério da Cidadania.

Leia também:

O representante do futebol dentro do governo debaterá, por exemplo, com CBF, federações, clubes e jogadores sobre questões relacionadas à crise causada pelo coronavírus. Calendário, férias, reduções salariais... Embora nunca tenha tido intenção de trabalhar com a política, Tinga se sentiu lisonjeado pela lembrança.

E mais: ele sempre defendeu que ex-atletas tivessem mais espaço dentro da CBF e de federações, algo que somente nos últimos anos tem acontecido, especialmente na CBF e na Federação Paulista de Futebol.

“O Onyx queria me escutar sobre futebol e causas sociais, até porque minha vida é um exemplo da transformação que o futebol permite”, explica Tinga. “Falamos o dia inteiro sobre questões sociais, engajamento do futebol e outras ideias”, acrescenta.

Desde que se aposentou, em abril de 2015, Tinga já atuou como gerente de futebol no Cruzeiro durante o ano de 2017, quando conquistou o título da Copa do Brasil.

Gaúcho de 42 anos, Tinga tem atualmente uma agência de turismo que atende a mais de cem jogadores e familiares, entre outros clientes.

Importante: as notícias de que Tinga teria participado do pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, foram completamente desmentidas pelo ex-jogador. “Isso não faz o menor sentido. Eu estive apenas dois minutos com o presidente. Qual a lógica de eu sair da minha casa e dar pitaco no discurso dele?”, garante Tinga.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também