Timothy Weah encontra o seu pai após o seu gol na Copa

Timothy Weah  comemora o seu gol contra País de Gales na Copa do Mundo de 2022. Foto: Sebastian Frej/MB Media/Getty Images
Timothy Weah comemora o seu gol contra País de Gales na Copa do Mundo de 2022. Foto: Sebastian Frej/MB Media/Getty Images

Autor do gol de empate dos Estados Unidos com País de Gales na primeira rodada do Grupo B da Copa do Mundo, o atacante Timothy Weah encontrou o ex-jogador de futebol e pai, George Weah. A foto desse momento foi divulgada no Twitter oficial de George nessa terça-feira (22).

“Acabei de jantar com meu filho Timothy Weah. Papai orgulhoso”, disse George Weah em postagem nessa rede social. Tweet que rendeu várias curtidas, retweets, mas em compensação surgiram alguns questionamentos de usuários dessa rede pelo fato de Timothy defender os Estados Unidos.

Leia também:

“Parabéns à lenda, mas por que o menino está jogando pelos EUA? Só uma pergunta”. “A África continuará mais pobre por causa de nossas decisões. Como pode um presidente não valorizar o interesse de sua própria terra....” Líderes africanos com patriotismo zero têm vergonha de um presidente da África ter dado seu filho a um país estrangeiro para jogar por eles. Não importa o que o presidente americano não dê seu filho para um país africano, nunca !!”.

É o tipo de relação que mostra o legado de pai para filho. George Weah nasceu em 1 de outubro de 1996 em Monróvia, capital da Libéria, e dedicou 18 anos como jogador profissional de futebol. Foi eleito o primeiro jogador africano como melhor do mundo pela FIFA em 1995, época em que defendia o Paris Saint-Germain. Também deixou boas lembranças para torcida do Milan. Atualmente ocupa o cargo de presidente da Libéria.

Timothy tem apenas 18 anos de idade, nasceu em Nova Iorque e está em sua primeira Copa do Mundo com a Seleção dos Estados Unidos. É o destaque do time de Gregg Berhalter. Depois de alternar épocas no PSC e Celtic, Timothy defende as cores do francês Lille.