Time principal do Atlético-PR decepciona e só empata na estreia do Estadual

Daniel Piva
Furacão ficou no 1 a 1 com o J. Malucelli. Time tem situação complicada na tabela.

A estreia do time principal do Atlético-PR no Campeonato Paranaense não foi como o torcedor esperava. Na noite desta quarta-feira, o Furacão ficou no 1 a 1 com o J. Malucelli, no Eco-Estádio, e ficou em situação delicada no Estadual, já que corre riscos de ficar fora da próxima fase da competição.

Logo aos três minutos do primeiro tempo surgiu uma polêmica. Após uma cobrança de lateral, a bola entrou no gol do Atlético-PR. Os jogadores do Jotinha reclamaram que o goleiro Santos tocou na bola, mas a arbitragem marcou apenas escanteio para o time da casa. A reclamação foi tanta que o atacante Guilherme Paredes, que estava no banco de reservas, foi expulso do jogo.

No entanto, na cobrança do escanteio, o goleiro Santos se atrapalhou e o atacante Santiago não desperdiçou a abriu o placar no Eco-Estádio. 1 a 0 para o J. Malucelli.

Mas a reação do Atlético-PR foi imediata. Aos dez minutos, em cobrança de falta, o meia Felipe Gedoz deixou tudo igual no Janguito Malucelli. 1 a 1.

Após os gols marcados no início da partida, o jogo ficou mais no meio de campo na sequência. O Atlético-PR teve dificuldades na armação das jogadas e não assustou mais o J. Malucelli, que por outro lado teve alguns momentos perigosos em jogadas de Tomas Bastos: aos 26, ele tentou de longe e quase surpreendeu o goleiro Santos; já aos 33, em cobrança de falta, o atleta acertou a trave.

Para o segundo tempo, a novidade foi a ausência do técnico Paulo Autuori, do Atlético-PR, expulso por reclamação. Dentro de campo, o que se viu foi um jogo equilibrado. O Jotinha explorava Tomas Bastos, que quase marcou um gol olímpico, aos dois minutos. Já o Atlético-PR teve uma chance clara com Lucho González, mas o gringo cabeceou por cima e desperdiçou uma ótima oportunidade de virar o placar.

Depois disso, o que se viu foi um jogo com poucas oportunidades para os dois lados. Chance perigosa só voltou ocorrer aos 28 minutos, quando o volante Otávio, do Furacão, arriscou por cobertura, mas a bola foi por cima do gol defendido pelo goleiro Fabrício.

Com o resultado, o Atlético-PR tem duas rodadas para confirmar a classificação para a próxima fase. O time tem apenas 11 pontos em nove rodadas e amarga a 8ª colocação. A equipe tem pela frente o vice-líder Cianorte, neste sábado, na Arena da Baixada, e o Paraná Clube, que é o primeiro colocado, na semana que vem, na Vila Capanema.
















E MAIS: