Time misto não fura bloqueio e Bayern empata com Leverkusen

Com time misto, o Bayern de Munique visitou o Bayer Leverkusen, neste sábado, pressionou durante os 90 minutos, mas não conseguiu a vitória. Com o empate em 0 a 0, os Bávaros viram a vantagem sobre o Red Bull Leipzig, segundo colocado, cair: se antes da 29ª rodada do Campeonato Alemão ela era de 10 pontos, agora, com o empate e a vitória do rival, ela diminuiu para oito.

Mesmo com um homem a mais durante quase todo o segundo tempo, o Bayern não conseguiu traduzir as 20 finalizações no jogo em gol. Com a soma de um ponto, os líderes foram aos 69, enquanto o Leverkusen chegou aos 36, na 11ª posição na tabela. Na próxima rodada da competição nacional, os Bávaros recebem o Mainz na Allianz Arena. Já o Bayer Leverkusen vista o Freiburg.

O jogo – O Bayern de Munique parecia à vontade mesmo sem jogar em sua casa. No primeiro tempo, posse de bola de 66% aos visitantes e inúmeras chances de abrir o placar. O Leverkusen, no entanto, segurou-se como pôde e evitou a ida aos vestiários atrás do placar.

Durante os 45 minutos iniciais, a equipe de Carlo Ancelotti teve, ao menos, três chances claras de fazer o gol. Quando marcava 33 no relógio, Alaba recebeu dentro da área, livrou-se do marcador, limpou o goleiro e bateu ao gol. Em cima da linha, Jedvaj salvou sua equipe. Na sequência, com a bola ainda viva, Vidal conseguiu a finta em cima do goleiro Leno e cabeceou em direção ao gol. A bola ia entrando, mas novamente os donos da casa afastaram o perigo antes dela cruzar a linha. Desta vez com Toprak, de carrinho.

Aos 37, o reserva de Neuer na seleção alemã “operou um milagre”. Depois de cruzamento rasteiro pela direita, Coman arrematou ao gol e o goleiro fez uma impressionante defesa à queima roupa.

No segundo tempo, o Bayern seguiu incomodando o gol adversário. Aos 14 minutos, Jedvaj cometeu falta em Muller e recebeu o segundo cartão amarelo, o que resultou na expulsão do zagueiro do Leverkusen. Com um a mais, a pressão aumento, mas não surtiu efeito.

Aos 40 minutos, Lahm desperdiçou a principal chance dos visitantes na etapa. Muller arrancou cruzamento da direita, rasteiro, e o lateral, dentro da pequena aérea, bateu de chapa e viu a bola “tirar tinta” da trave e não entrar. Ao todo, a equipe teve 20 finalizações no jogo, nenhuma capaz de balançar as redes.