Com time alternativo, Furacão tenta aproveitar vantagem diante do Londrina

Poupando titulares o Atlético Paranaense tentas passar pelas semifinais do Campeonato Paranaense e, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), encara o Londrina no estádio do Café pelo jogo de volta. No primeiro confronto, vitória do Furacão por 2 a 1, que dá ao Rubro-Negro a vantagem de poder empatar para ficar com a vaga na final.

Diferentemente do primeiro jogo, o Atlético entrará em campo novamente com uma equipe alternativa. Diretoria e comissão técnica decidiram que este é novamente o momento de poupar os atletas que jogarem na quarta-feira pela Libertadores da América, diante do Flamengo, evitando novas lesões. Por isso, Bruno Pivetti, que comandará a equipe no banco, terá como base o grupo que disputou grande parte da primeira fase.

Um desses nomes deve ser o lateral Gustavo Cascardo, substituiu Jonathan em Curitiba, de ser utilizado e já projeta o duelo, tentando minimizar a vantagem obtida em casa. “A vantagem é boa, mas todos nós sabemos que será difícil jogar em Londrina. A equipe está preparada. Vamos treinar nesta semana, ver o que o Paulo Autuori vai nos passar e, mesmo com a vantagem, vamos para Londrina com o pensamento na vitória”, avaliou.

O gol marcado na Arena da Baixada manteve vivo o sonho do Tubarão de chegar à decisão, mas o técnico Cláudio Tencati terá que fazer algumas mudanças do time. A boa notícia é a volta do meia Fabinho, recuperado de lesão. A tendência e que fique com a vaga de Robinho, já que Celsinho entrou bem na equipe. Quem também deve ganhar uma vaga é Rafael Gava no lugar de França, além de Paulo Rangel no lugar de Brandão, este com dores no joelho.

FICHA TÉCNICA

LONDRINA X ATLETICO-PR

Local: estádio do Café, em Londrina (PR)

Data: 23 de abril de 2017, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci

Assistentes: João Fábio Machado Brichiliari e Maurício José Braga

LONDRINA: César; Igor Bosel, Matheus, Marcondes e Ayrton (Igor Miranda); Germano, Rafael Gava (França), Celsinho e Fabinho (Robinho); Yaya e Paulo Rangel (Brandão)

Técnico: Cláudio Tencati

ATLÉTICO-PR: Santos; Gustavo Cascardo, Wanderson, José Ivaldo e Nicolas; Deivid, Luiz Otávio, Matheus Anjos (Renan Paulino) e João Pedro; Cryzan e Yago

Técnico: Paulo Autuori