Timão se acerta com Rodriguinho e quer renovar contrato até sexta

O Corinthians já tem tudo apalavrado para uma renovação de contrato com o meia Rodriguinho, avaliado internamente como melhor jogador do clube na última temporada e alvo de uma forte investida do Fenerbahce antes do fechamento da janela de transferências europeia. Com valores acertados, resta apenas a assinatura do novo vínculo, válido por três anos, até o final de 2019.

A questão foi tratada como prioridade pela diretoria após o presidente Roberto de Andrade se recusar a vender o atleta para os turcos. Preocupados com uma possível acomodação do jogador, os diretores trataram de dar uma bonificação salarial e colocá-lo em um patamar de líder do elenco, como o lateral direito Fagner, o meia Jadson e o atacante Jô.

Antes, Rodriguinho tinha contrato apenas até dezembro deste ano, podendo assinar um pré-acordo com qualquer outra equipe no meio do ano. Agora, os diretores acreditam que já têm tudo acertado para fazer, pelo menos, um bom primeiro semestre.

“As coisas já mudaram pela forma como a equipe vem jogando, demonstrando vontade, espírito de raça, a equipe está demonstrando essa forma de guerrear”, avaliou o próprio Rodriguinho, que tem, na cabeça do técnico Fábio Carille, a possibilidade de fazer uma dupla de sucesso ao lado de Jadson na armação.

Contente pelo moral dado tanto pela diretoria quanto pela comissão técnica, o meio-campista celebrou o apoio recebido pelos atletas durante a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no clássico disputado no sábado. “Eles estão nos abraçando e ficamos muito felizes com isso”, observou o atleta, que reconheceu certo desapontamento por não estar na lista de Tite da Seleção Brasileira para os jogos contra Uruguai e Paraguai.

“A gente fica com um pouco de esperança, mas eu sabia que não ia ser tão fácil, porque ainda tem grandes jogadores na frente, tem que trabalhar muito para as coisas acontecerem”, concluiu o corintiano.