Timão havia programado realizar exames na quinta e treinos no sábado

Alexandre Guariglia
LANCE!


Não será nesta semana que o elenco do Corinthians voltará a treinar no CT Joaquim Grava. Isso porque o governador do estado de São Paulo, João Dória, liberou as atividades dos clubes de futebol somente a partir do dia 1º de julho. O anúncio adiou novamente o retorno aos treinamentos, que estava marcado para o próximo sábado, enquanto os exames seriam realizados nesta quinta.

Foi a segunda vez em uma semana que o Timão adiou sua programação diante da indefinição das autoridades estaduais. Antes, os quatro grandes paulistas trabalhavam com o dia 15 de junho (última segunda-feira) como data para a realização de exames de COVID-19, e o dia 17 (esta quarta-feira) como data para retorno aos treinamentos em seus respectivos centros de treinamento.

No entanto, a liberação, que era para ter acontecido na última semana, acabou sendo adiada para esta, aguardando o posicionamento do governo do estado, que por sua vez só liberou os treinamentos a partir de 1º de julho, em anuncio feito em coletiva nesta quarta-feira. Isso pegou de surpresa o Corinthians e os outros clubes, que haviam recebido a informação de que os treinos seriam liberados. A indefinição causou insatisfação nos bastidores.

Essa nova alteração de data não muda em nada o planejamento do Timão, que já está com os protocolos definidos há algum tempo, ou seja, clube, funcionários e atletas estão de sobreaviso, com a certeza de que estará tudo pronto para quando as autoridades derem o OK para o retorno.

O primeiro passo será a realização dos exames de COVID-19, em todo o elenco e pessoas que vivem na mesma casa, além de funcionários do CT e comissão técnica. Será recomendado que todos saiam apenas para o CT e do CT para suas residências, outros destinos serão vetados para evitar a exposição.

Realizados os testes, é preciso que os treinamentos tenham início em até 48 horas. Primeiro para preservar a prazo de validade dos exames, e segundo para aqueles que testarem positivo serem colocados em quarentena.

Nos treinamentos, os jogadores serão divididos em pequenos grupos dentro de campo e terão restrições para utilizar áreas comuns do centro de treinamento. Os funcionários, por sua vez, voltarão em etapas, sendo a primeira parte deles juntamente com o elenco, e a segunda parte cerca de três semanas depois. Protocolo esse que já foi enviado há todos os envolvidos.

O Corinthians agora aguarda o dia 1º de julho para dar início à retomada das atividades de futebol. Vale lembrar que ainda não há uma data definida para a o retorno do Campeonato Paulista, mas a expectativa é de que, com a nova data de liberação, os jogos terão início no fim de julho ou no começo de agosto.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também