Till rebate declaração de equipe de Cerrone e aposta em nocaute de McGregor

O primeiro evento do UFC do ano já conta com uma imensa expectativa do mundo do MMA. Isso porque ele vai marcar o retorno de Conor McGregor, após mais de um ano afastado das competições. O irlandês enfrenta Donald Cerrone, na luta principal do show. E um dos principais atletas do peso-médio (84 kg) da organização, Darren Till fez questão de dar seu palpite sobre o resultado desse confronto e rebateu uma declaração da equipe de ‘Cowboy’.

Através das suas redes sociais, Till não concordou com as palavras do treinador de Cerrone, Jafari Vanier, que afirmou que o irlandês só possui uma mão esquerda e não tem gás suficiente. Para o inglês, que também é canhoto, não é apenas a questão de qual lado um atleta tem o poder de nocaute, mas outras situações que ele pode fazer.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“O camp do Cowboy tem mais com o que se preocupar do que apenas com a mão esquerda de Conor. Como canhoto, não é apenas a mão esquerda. São os arranjos dela, os chutes giratórios, as fintas, os ângulos. Tudo isso atrai o lutador para a mão esquerda”, disse, antes de dar seu palpite sobre o resultado do combate.

“Acredito que o Conor vai vencer por nocaute técnico no primeiro round. Mas essa é apenas a minha opinião. O ‘Cowboy’ já está lutando há muito mais tempo que eu e sabe muito mais”, completou.

Ex-desafiante ao cinturão meio-médio (77 kg) do Ultimate, Darren Till estreou no peso-médio pela organização com vitória sobre Kelvin Gastelum no co-main event do UFC Nova York, realizado no dia 2 de novembro deste ano. Após sofrer as duas primeiras derrotas de sua carreira, diante do então campeão até 77 kg Tyron Woodley e de Jorge Masvidal, o inglês decidiu subir de categoria. Mesmo com apenas uma luta na nova divisão, ‘The Gorilla’, como é conhecido, já ocupa a quinta posição no ranking da entidade.

pic.twitter.com/ZCZcd8jKAC

— Darren Till (@darrentill2) January 3, 2020


Leia também