Tiago Nunes analisa fatores que motivaram revés do Furacão contra o Grêmio

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução


Em entrevista coletiva concedida logo depois da derrota por 2 a 0 do Athletico-PR frente ao Grêmio em Porto Alegre, o técnico Tiago Nunes trouxe uma breve explicação de como viu a movimentação tática das duas equipes. Para ele, a forma como seus comandados trabalharam em conjunto com determinadas saídas importantes encontradas pelo adversário acabaram constituindo o cenário da vitória gaúcha:

- Nossa intenção era fazer o encaixe mais próximo de três pra três usando o Wellington, o Bruno e o Lucho no meio-campo do Grêmio e, com isso, neutralizar mais e fazer a construção do Grêmio sair dos pés do Geromel e do Kannemann. A gente demorou a encurtar a distância para esses jogadores e eles encontravam o passe direto do zagueiro pro lateral, rompendo linhas e constrangendo a nossa equipe. Isso fez com que o Grêmio crescesse muito como é peculiar ao time aqui dentro.

Além desse aspecto, Tiago antecipou o que entende ser importante agregar ao jogo do Athletico já pensando em reverter a desvantagem no confronto do dia 4 de setembro na Arena da Baixada. Algo que, para ele, passa diretamente pela melhoria da transformação da posse de bola em lances perigosos.

- O que a gente precisa fazer é ter um jogo de muito mais preposição, assim como fizemos no segundo tempo, mas onde temos de ser mais agressivos chegando na parte final do campo. Não podemos ficar com a bola e ter uma posse estéril, precisamos ter profundidade pra chegar lá, com vitória pessoal de um contra um, tem que ter desequilíbrio. Senão você é uma equipe que fica com a bola e não machuca o adversário - analisou.






Suspenso pelo terceiro cartão amarelo assim como o zagueiro Léo Pereira, o atacante gremista Everton não será uma preocupação a mais no sistema ofensivo adversário. Todavia, o treinador não acredita que a perda técnica do seu oponente seja de caráter tão grande pelas peças disponíveis no elenco de Renato Portaluppi.

- O Everton é um jogador de excelência, sem dúvida, um jogador de Seleção Brasileira, um expoente técnico incrível. Agora, o Grêmio tem outros grandes jogadores. Jogadores que, na ausência do Everton, em momentos importantes, eles deram conta do recado. Então, não penso que a qualidade vai cair de maneira alguma, o Grêmio tem jogadores muito bons para suprir a saída dele.

Por fim, Tiago também confirmou que Adriano, contratação de maior peso feito em toda a temporada pelo clube, fará sua estreia na próxima rodada do Brasileirão onde o Furacão recebe em Curitiba o Atlético-MG. Já sobre em qual posição ele será utilizado...

- A ideia é que o Adriano faça a estreia dele já no próximo jogo, no sábado (17), em casa. Eu acho que é um jogo importante para que ele possa retornar ao futebol brasileiro e, dentro disso, vamos escolher o grupo que esteja mais descansado e inteiro pra jogar essa partida. É um coringa de maneira geral, né, ele pode jogar de lateral esquerdo, direito, como meio-campista, então eu vou levar essa possibilidade. A decisão já está tomada, mas eu vou explanar pra vocês só no dia do jogo - explicou.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também