Thunder Fight 33 consagra Marcos Babuíno, Markus Maluco e ex-campeão do TUF Brasil

·2 min de leitura


Realizado na última terça-feira em São Paulo-SP, o Thunder Fight 33, última edição do ano do evento, foi palco para a triunfos de veteranos e a despedida de um deles.

Na luta principal, o tarimbadíssimo Marcos Babuíno venceu a sexta seguida, a 34ª na carreira, ao superar, por decisão unânime, outra figura com ampla rodagem no cage, o mineiro Maurício Facção, que aproveitou o momento para anunciar a sua aposentadoria.

“Eu já havia anunciado que essa seria minha última luta e nada melhor do que lutar com a maior lenda do MMA Nacional. O Facção termina hoje. Desculpa qualquer atleta que eu tenha ofendido, mas todo mundo sabe que o Facção era um personagem", declarou.

Após passagem pelo UFC, Markus Maluko voltou a lutar em um evento nacional, o que não acontecia desde 2016, quando venceu o ex-UFC Paulo Thiago no próprio Thunder Fight. Desta vez a vítima foi Filipe Moitinho, finalizado ainda no primeiro round com uma guilhotina. Com a vitória, Maluko conquistou o título dos médios.

Outro embate entre veteranos aconteceu entre Reginaldo Vieira e Bruno Menezes. O ex-campeão do TUF Brasil Reginaldo Vieira levou a melhor, também com uma guilhotina. Ex-campeão do polonês KSW, Fernando Santo Forte nocauteou João Paulo Guerreiro no primeiro round.

Confira abaixo os resultados completos do evento:

Thunder Fight 33
São Paulo, SP
21 de dezembro de 2021


Marcos Babuíno venceu Maurício Facção por decisão unânime
Markus Maluko venceu Filipe Moitinho por finalização no R1
Reginaldo Vieira venceu Bruno Menezes por finalização no R1
Thiago TKS venceu Marcelo Matias por decisão dividida
Darlan Draco Ferreira venceu Robson Punk por nocaute no R1
João Paulo venceu Augusto Sérgio por nocaute no R2
Marcus Vinicius venceu Leandro Jabu por finalização no R3
Diorden Ribeiro venceu Miguel Demolidor por decisão unânime
Renzo Martinez venceu Lua Franco por nocaute no R1
Guilherme Lazzarini venceu Athos Alexandre por nocaute no R2
Fernando Santo Forte venceu João Paulo Guerreiro por nocaute no R1

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos