Thomas Müller fica de fora da lista da Alemanha para os Jogos de Tóquio

·1 minuto de leitura
Thomas Müller, atacante do Bayern de Munique, não deverá participar dos Jogos de Tóquio com a seleção olímpica da Alemanha

O atacante do Bayern de Munique, Thomas Müller, não vai jogar com a seleção da Alemanha nos Jogos Olímpicos de Tóquio, confirmou a Federação Alemã de Futebol (DFB) nesta quinta-feira.

Müller, de 31 anos, não está na lista de jogadores enviada recentemente à Agência Antidoping Alemã (NADA) tendo em vista os Jogos de Tóquio, disse a DFB à agência de notícias SID filial da AFP.

Essa lista ainda é confidencial. Apenas os jogadores presentes poderão participar dos Jogos de Tóquio, que estão programados para começar no dia 23 de julho, apesar das dúvidas que existem sobre o evento por conta da pandemia de covid-19, que já forçou um adiamento de um ano nesta edição, de 2020 para 2021.

Cada equipe olímpica de futebol masculino tem o direito de incluir até três jogadores com mais de 23 anos em seu elenco.

Müller estava inicialmente nos planos do técnico olímpico alemão Stefan Kuntz antes do adiamento do ano passado. O jogador, em entrevista, mostrou-se disposto a vestir a camisa alemã em Tóquio.

O atacante do Bayern disputou o título da Liga dos Campeões com seu clube em agosto, coroando a temporada 2019-2020 na qual o time de Munique também conquistou o troféu na Bundesliga e na Copa da Alemanha.

Thomas Müller fez parte da seleção alemã campeã mundial no Brasil-2014. Em março de 2019, o técnico Joachim Löw deu por encerrado o ciclo do jogador na seleção principal do país.

ryj/dmc/dlo/bpa/dr/aam