Thomas Müller diz que continua à disposição da seleção alemã

O atacante do Bayern de Munique, Thomas Müller, desmentiu os rumores sobre a sua aposentadoria da seleção alemã e nesta segunda-feira garantiu que continua à disposição.

"Enquanto eu for um jogador profissional, estarei sempre disponível para a seleção nacional caso precisem de mim", disse Müller, que neste momento treina com o Bayern no Catar, aproveitando a pausa de inverno do campeonato alemão.

"Quando e como vai depender, é claro, do treinador da seleção", acrescentou o jogador.

Profundamente marcado pela eliminação precoce da Alemanha na Copa do Catar-2022 (na fase de grupos), Müller se mostrou especialmente crítico na ocasião: "É uma catástrofe absoluta. É incrivelmente amargo, porque nosso resultado poderia ter sido suficiente. É um sentimento de impotência".

A Alemanha foi eliminada na primeira fase apesar de ter vencido o último jogo (4-2) contra a Costa Rica, devido à derrota por 2 a 1 na estreia diante do Japão e ao empate em 1 a 1 com a Espanha.

O atacante, de 33 anos e 121 partidas pela 'Mannschaft', foi campeão mundial na Copa do Mundo do Brasil em 2014.

Para acabar com as especulações sobre seu futuro na seleção, Müller admitiu que essas palavras após a partida contra a Costa Rica foram fruto "de emoção" e que desde então "refletiu e discutiu (sua eventual aposentadoria) com Hansi Flick", o treinador da seleção alemã.

dwi/lp/bm/obo/mcd/aam