Thierry Henry é cotado para substituir Wenger no Arsenal

Há mais de 21 anos no comando do Arsenal, o técnico Arsene Wenger segue muito criticado pela imprensa britânica. Sem apresentar grandes resultados nos Gunners, o treinador pode deixar o comando da equipe ao final desta temporada. E seu substituto pode ser o ex-jogador francês Thierry Henry.

Segundo o jornal The Sun, o ex-atacante é um desejo de Josh Kroenke, filho de Stan Kroenke, dono do Arsenal. Josh e Henry possuem uma boa relação, e foram vistos juntos no início deste ano acompanhando um jogo de basquete.

Um dos maiores nomes da história do Arsenal, Thierry Henry vestiu a camisa dos Gunners entre 1999 e 2007, e conquistou sete títulos, entre eles duas edições do Campeonato Inglês, com destaque para a temporada 2003/04, quando venceu a competição de forma invicta e foi o artilheiro com 30 gols.

O ex-atacante francês atualmente é comentarista esportivo em um canal britânico e espera para receber da Fifa sua licença de treinador de futebol profissional. No último ano, Henry trabalhou como assistente técnico da seleção da Bélgica.

Antes de tirar sua licença, Henry trabalhou nas categorias de base do Arsenal e foi convidado por Josh para ser treinador da equipe Sub-18 do clube, mas não aceitou o convite por conta de seu trabalho de comentarista esportivo.

Na quinta colocação do Campeonato Inglês e depois de ter sofrido 5 a 1 do Bayern de Munique no primeiro jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões, o Arsenal não vive grande fase. Como o contrato de Wenger expira no fim da atual temporada, alguns nomes são levantados pela imprensa inglesa para substituí-lo.

Desde 1996 no comando dos Gunners, Wenger conquistou três títulos do Campeonato Inglês (1997/98, 2001/02 e 2003/04), além de seis Copas da Inglaterra e seis Supercopas da Inglaterra.